Subscribe:

Apoiadores:

quarta-feira, 16 de março de 2016

Bianchini fala de Santiago em Manoel Viana

A câmara de Manoel Viana fez uma sessão para seus 24 anos e recebeu autoridades, como o deputado Bianchini (PPL). Vejam parte do seu discurso.

“É difícil ser vereador, pois as pessoas nos encontram em cada esquina e quem não fizer um bom trabalho a população tira, diferente dos outros políticos. Por isso, nosso país está nesta vergonha. Temos que apoiar o Ministério Público Federal para que termine com essa roubalheira."

Santiago - "Os prefeitos estão todos apavorados. Em Santiago está tudo bonitinho, porém é a maior cidade em evasão de jovens. Lá empreendedor nenhum quer ser prefeito."

7 comentários:

Anônimo disse...

Bianchini como vai? quanto tempo Sr. deputado!

Anônimo disse...

Em Santiago, o que falta é emprego, mais emprego e emprego, vereadores, deputados poderiam se unir para trazer empregos para Santiago e sua região, pois, senão daqui a pouco não terão mais população. Pois a Evasão não é apenas de jovens, Somos mais valorizados longe de Santiago que na cidade de Santiago.

Anônimo disse...

O Sine é apenas um instrumento de intermediação de Mão de Obra, cabe aos Secretários responsáveis pela Pasta de Emprego trazer para Santiago empresas de grande porte e indústrias, para sanar este problema que a muitos e muitos anos existe aqui, fazendo convênios com empresas de fora, indo a outras cidades e fazer com que empresas se interessem a instalar filiais em Santiago, Sugestão de um leigo no assunto porque não fazer uma placa na pista convidando as empresas a conhecer o distrito industrial e conhecer a Prefeitura para conversar com o Secretário responsável pela pasta e o que a cidade pode oferecer a empresa de incentivo, e a cidade tem que mudar o pensamento de só querer ganhar senão nunca vai ser uma cidade de verdade.

Anônimo disse...

Por que ninguem fez pesquisa de quantos postos de emprego foram fechados na gestão pp e santiago e quantos vieram a santiago, a braspelco onde se podia vir uma industria algo que tivesse geração de renda virou uma mera garagem.

Anônimo disse...

Me causa indignação ouvir que em Santiago,não tem emprego,emprego pode não ter o que tem é trabalho,só que muitos que ficam alardeando para todos os lados que santiago é isso ou aquilo,simplesmente não querem é trabalhar,sou totalmente avesso a partidos políticos,nunca dependi de partido ou de politico algum pra manter minha família,nunca recebi bolsa isso ou ajuda em toda minha vida nunca fiquei sem trabalhar desde meus 15 anos e quando não estou satisfeito com o meu trabalho peço demissão,e poucos dias depois já tenho nova ocupação pois TRABALHO não me assusta,e garanto que todos os Santiaguenses que realmente querem trabalhar estão todos empregados agora vagabundo que só quer sálario no final do mês esse sim deve está com o traseiro doendo de tanto esperar sentado.

Anônimo disse...

De que Santiago esta falando, pois, a Santiago que eu vivo é carente em todos os setores, e quanto a trabalho, me diga aonde é essa Santiago que vive, pois, vontade de trabalhar nunca me faltou pelo contrário, quanto mais estudo mais fecham as portas, pois, aqui na Santiago que eu vivo não tem empresas de grande porte, não tem industrias, não oferecem qualificação e só querem experiencia de empregos e trabalhos que não oferecem, sua Santiago é bem desenvolvida a minha não.

Anônimo disse...

Se a população começar a ir embora de Santiago, vai acabar a cidade, vai virar uma cidade fantasma e não terá mais politica, pensem em Santiago, pois, cada ano que passa a população diminui vai chegar um ponto que só vai ter as OM do Exército.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta