Subscribe:

Apoiadores:

terça-feira, 15 de março de 2016

Giro crítico por Santiago

(J.Lemes)
Ruivo e o Tribunal do Peixoto
Ruivo disse que a matemática da administração não vai ser fácil de fechar neste ano. "Vamos precisar de um 'bom olhar' do Tribunal de Contas", diz o prefeito.  Aí, o político Peixoto já 'acenou' que fará de tudo para 'ajudar', já que sua 'política' é de instruir, não de punir... Bonito!;

Câmara, prefeitura e Cruzeiro
Ontem a câmara debateu sobre o Cruzeiro de Santiago, as verbas que a prefeitura destina à entidade etc. Os vereadores, ficaram benevolentes. Cada qual mais solícito e pronto para ajudar. No entanto, alguns falam que o gasto da Prefeitura com o Cruzeiro não dá retorno. Ou alguém viu em campo algum menino de Santiago?

Novo presidente
Falando em Cruzeiro, o desportista Renato Genro é o novo presidente. Homem sério, dedicado, entendido do esporte. Vai corrigir muitos erros. Pena que já não pode organizar melhor o último peneirão. Era preciso ter colocado mais gente para ver e opinar sobre os novos atletas. Há tantos veteranos que jogaram fora de Santiago e conhecem futebol. Por que não aproveitar esta baita mão de obra? Por quê?   

O Peru é meu galo!
O vereador Peru Gorski realmente merece aplausos. O petista Marion estava numa lenga-lenga com as diárias e que era preciso viajar para olhar nos olhos dos deputados para conseguir verba. Foi aí que o presidente Peru fez valer seu posto. Disse que a diária só é liberada quando o vereador viaja representando a todos. E que ele (Peru) foi duas vezes a Brasilia atrás de vebas e não pegou um níquel sequer... Boa puada!

4 comentários:

Anônimo disse...

Ao invés de apoiar o futebol, deveria trazer, saneamento básico, emprego, saúde, lazer, qualidade de vida e etc

Anônimo disse...

Os vereadores poderiam ajudar doando seus salários para o Cruzeiro e deixar a verba para coisas mais importantes como Emprego, Saneamento Básico, Saúde, Segurança, Qualidade de Vida e acabar com os esgotos a céu aberto que temos.

Anônimo disse...

O Cruzeiro precisa se abrir mais não adianta um pequeno grupo ficar passando a bola um para o outro e na hora de pagar as contas todos nos ser chamados a ajudar .

Anônimo disse...

Futebol não é tudo na vida, temos que dar a atenção as carências em todos os setores que temos no município, isso sim é importante.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta