Subscribe:

Apoiadores:

terça-feira, 22 de março de 2016

Novo modelo de cobrança da internet

Operadoras querem sangrar o usuário ainda mais 

Mais de 25 milhões de brasileiros que acessam a internet por redes fixas das principais operadoras (Vivo, Net e Oi), serão prejudicados pelos novos planos de internet, os quais serão oferecidos com um limite de dados. 

Dessa maneira, mesmo conexões ADSL - aquelas em que a rede aproveita a linha de telefone do usuário - funcionarão por franquia, como nos planos de internet móvel. Isso quer dizer que, as operadoras poderão cortar ou reduzir a velocidade da internet quando o usuário atingir a cota de dados. 

A nova regra afeta apenas usuários das conexões ADSL, os que utilizam de internet por meio de fibra ótica não serão afetados. O promotor de justiça da defesa do consumidor Roberto Binicheski já entrou com um processo contra as operadoras investigando a nova maneira de cobrança. Segundo Roberto Binicheski, essa cobrança é desvantajosa para o consumidor.

Fonte: Olhar Digital

7 comentários:

Carlos Nascimento disse...

Mais uma forma de ganharem às custas dos outros... essas operadoras deveriam sofrer uma investigação séria e disciplinadora, para que pudessem estabelecer uma oferta de serviço honesta e de qualidade! O sinal de Internet já é ruim e limitado, por exemplo, para ingressar no NetFlix para assistir filmes vc deve ter, NO MÍNIMO, 25mb de Internet e quando se vai conseguir isso em Santiago??? O máximo que consegui foi 5mb e está fora de questão velocidade maior que essa... É um circo lucrativo, cujos palhaços é a própria platéia que assiste os abusos da OI há muitos anos, sem quase ninguém dar atenção a essa catadora de dinheiro que não para de enriquecer!!! Que é isso gente, elas estabelecem uma forma de cobrança e oferta de sinal totalmente controlado e, com certeza, cara para que se tenha Internet em casa, sujeito à limitações ainda por cima!

Anônimo disse...

O Brasil em vez de melhorar só piora, é esse o país que os militantes defendem?

Anônimo disse...

É uma forma de exigir que o BR de Norte a sul tenha fibra óptica para melhorar os serviços, já que existem cidades que só conhecem fibra óptica por nome.

Anônimo disse...

Além de oferecerem um serviço nas linhas do limite e abaixo do mínimo, me chegam com uma notícia dessas como se oferecessem um serviço de primeira e tivessem condições e status para tirarem mais dinheiro! Francamente, isso e soma de abuso + desrespeito + desaforo + sujeira + canalhice = OPERADORA OI.

Anônimo disse...

Vão babacas PAGUEM e utilizem uma Internet de quinta categoria, seus ovelhinhas imbecis! Deixem a OI rica e fiquem reclamando da lentidão da Internet kkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Vamos boicotar essas operadoras, não contratando serviços com as mesmas.

Anônimo disse...

E tem concorrência??? Meu computador precisa dessa p... não há outra empresa, e ademais, em Santiago, para variar, o povo judia do povo: Internet com sinal de rádio É CARÍSSIMA E LENTA, nem sei como se animam a contratar esse tipo de serviço.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta