Subscribe:

Apoiadores:

segunda-feira, 14 de março de 2016

O estupro como salário


África - O Sudão do Sul é o mais jovem país, e não chega a 3 milhões de habitantes. Mesmo tendo população pequena, as autoridades não conseguem manter a ordem. Uma guerra interna está travada desde 2013 e chama a atenção da ONU e do mundo. São milhares de mortos. Todos os dias há massacres e muitos civis também acabam sendo enforcados e jogados em valas comuns. Sem dinheiro para manter os soldados, as autoridades liberaram todos para fazer o que quiserem, até podem estuprar as mulheres.

0 comentários:

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta