Subscribe:

Apoiadores:

terça-feira, 15 de março de 2016

Os candidatos e seus desgastes naturais

Quem vai pelo PP?
Em Santiago ainda falam em dois candidatos pelo PP. Tiago Gorski e Toninho Gomes. O primeiro é mais novo na política e na idade. Viria com propostas de renovação dentro do PP. O segundo também é bom nome, porém, é importante dizer que em todas as eleições ele sempre quer ser candidato. Depois, acaba sendo vice ou, como pode acontecer desta vez, sendo um novo-velho secretário. 

Renovação de 
que e no quê?
O governo do PP não é ruim. Agora, seria bom que o candidato trouxesse propostas de renovação naquilo que não é tão bom assim, como certos convênios, gastos em áreas menos importantes só para manter a política da boa vizinhança. Sem falar no secretariado bolorento. Alguns nem dizem há quantos anos estão na prefeitura e nem aparecem mais na mídia. Cansados?

Bonotto sedento
Pelo lado da oposição temos Guilherme Bonotto (PSD) com muita sede. Um cara que já bebeu na fonte do PP, ajudando em muitas campanhas. Um jovem que mostrou trabalho quando foi da secretaria de Agricultura. Hoje ele se prepara e quer a chance de mostrar serviço. E diz que não tem essa de revanchismo contra seu ex-partido. É o que vamos ver nos debates.

Bueno de volta
Pelo lado do PT vem o antigo Bueno de guerra. Ele não conseguiu ser mais vereador e  perdeu até pro Marionzinho, mas quer ser prefeito. É um líder muito positivo, honesto, de caráter... Um pena que seu partido esteja desgastado pelos horrores que alguns agentes fizeram no governo Lula.

Desgastes
Mas se o Bueno tem desgastes pelo caso Petrobrás e o diabo a quatro por este Brasil, Sartori também tem porque não conseguiu fazer nada até agora. Isso respinga em Bonotto que tem o vice-governador Cairoli do seu partido e o PMDB de Sartori lhe apoiando.

Por outro lado, Tiago Gorski carrega o desgaste por estarem há anos no poder e há sempre a curiosidade do eleitor para saber se outros fariam igual ou melhor. Como esta campanha promete ser uma das mais difíceis, curtas e incertas, é esperar para ver... 

6 comentários:

Anônimo disse...

Lembrando que o PP também faz parte do governo federal ... é pouco, mas faz parte.

Anônimo disse...

Com ou sem PP, temos que pensar em Santiago e não só no Status Politico.

Anônimo disse...

Santiago é mais importante que Politicagem, o coisa podre.

Anônimo disse...

O PP não é nada perto de Santiago.

Anônimo disse...

Engraçado....por que tanto amor pelo Chatiago....voto no Toninho. Essse eu confio. Ja nesses q se abraçam em qualquer um o Brasil ta cheio.

Anônimo disse...

Interesses pessoais vem primeiro que a cidade o coisa feia.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta