Subscribe:

Apoiadores:

quarta-feira, 23 de março de 2016

Tomaram o processo do Moro

Ministro Teori Zavascki manda juiz Moro 
enviar investigação sobre Lula ao Supremo

A decisão atende a um pedido da advocacia do governo, que cita irregularidade na divulgação de conversas entre Lula e Dilma. Na sexta (18), o ministro Gilmar Mendes suspendeu a posse de Lula como ministro. 

Zavascki não derruba este decreto, mas inviabiliza outra determinação de Gilmar, que na mesma decisão havia decretado que as investigações voltassem para Moro. 

Em 10 dias o ministro vai analisar tudo e ver o que volta para o juiz Moro e o que fica com o Supremo. 

Obs. Teori é um dos ministros indicados pelo governo PT.

4 comentários:

Anônimo disse...

Observação.quando e a favor não é indicado por ninguém? Cuidado vcs como imprensa estão colaborando para levar o pais ao caos. Apenas coloquem as noticias. Não coloquem o povo contra o povo . Não sejam este instrumento do ódio. Temos sim que lutar contra as políticos corruptos todos e não entre nos.

Anônimo disse...

boa reportagem ,nao a nada de errado nela pois o pt aparelhou os poderes principalmente o supremo tribunal federal,vai ser muito dificil se livrar desse partido autoritario comunista,-teori zavaski ,levandoski ,fackin ,tudo o pt colocou la e para quem nao sabe o supremo nao atua dessa forma ,estao colocando a carreta na frente dos bois ,supremo analisa decisoes e as decisoes democraticas sao na camara e senado,...........bolsonaro presidente 2018......

Anônimo disse...

com certeza essa decisao do ministro teori zavasck e para desacelerar a lava jato logo agora que a operacao estava em alta, essa decisao e um golpe no povo outros ministros ja tinham apoiado o juiz moro como o mendes e a rosa weber mas o supremo esta muito aparelhado,nao esquecam do que fizeram com o -joaquim barbosa -e capaz de darem uma medalha de honra ao merito para algum bandido como deram pros mensaleiros ..........*acorda tua patria esta sendo destruida*

Anônimo disse...

Acho bom alguns esclarecimentos sobre essa notícia. O referido Ministro do STF citado na matéria foi indicado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso no final de seu governo para a vaga de Ministro do STJ, quando este era Juiz Federal da 4ª Região (sua esposa desempenha essa mesma função). Nada mais óbvio e natural que um Magistrado do STJ seja indicado para o STF, aliás, isso devia ser obrigatório, se esse fosse um país sério. Resumindo, não fosse o FHC, o ministro nunca teria chegado onde está hoje.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta