Subscribe:

Apoiadores:

sábado, 2 de abril de 2016

Hei! Pode me vender um cabelo?


Muitas usam perucas, outras fazem os famosos apliques em nome da beleza. Mas e essa cabeleira toda, de onde vem? Ora, de alguma cabeça ela sai. Aqui no município a cabeleireira Ester Trindade há anos compra e vende cabelos. Ela fez parceria com um cabeleireiro de Santa Catarina e criou a feira de compra. Uma vez ao ano eles fazem um mutirão para abastecer os estoques. “Nesse dia compramos tudo o que aparece, sempre avaliando comprimento (mínimo 50 cm), quantidade, qualidade e a cor. Os loiros e lisos são os que mais valem. Depois vêm os escuros e lisos”, comenta Ester.

“Há mais procura de compra do que de venda e às vezes me falta cabelo. Se eu tivesse 30 cabelos por dia eu venderia tudo!”

Fios de ouro
Segundo Ester, as madeixas loiras valem ouro porque são as mais procuradas pela mulherada. Hoje, a cada 10 mulheres, oito querem ter mechas loiras. Essa cor também é mais fácil para os profissionais aproximar o tom que a cliente quer.

*A próxima feira será quinta (7), a partir das 9h, no salão da Ester Cabeleireira, primeira quadra do calçadão.

0 comentários:

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta