Subscribe:

Apoiadores:

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Pérolas da Câmara de Santiago

(J.Lemes)
Em dia com as diárias - Hoje os do PT estavam mais calmos. Ninguém sabe o que houve... Só o Marion que voltou a falar do "PPPPPPP" - 'Pelé PP que Pegou Passagem Para ver Peixoto.' Traduzindo: Marion disse que não teve cabimento essa diária do Pelé para ir na posse de Marco Peixoto, no Tribunal de Contas. 

Atacado do peito
Gildo (PP) chegou doente e avisou que não iria gritar nem brigar. E não brigou mesmo, mas gritar, ele gritou. E também bateu, só não houve briga porque o cara que apanhou não estava na sessão.

Gildo bateu no ex-secretário Tadeu Machado e no prefeito Ruivo, do seu próprio partido. Vejam a "catigoria" do taura! 

Dodói do prefeito
Gildo falou das irregularidades no projeto de doação de terreno à Maçonaria. Se queixou que não tem pai poderoso na política, nem irmão pra fazer o prefeito lhe dar algum cargo. Se auto-elogiou ao dizer que tem o que muitos queriam: o voto. E que durante o seu tempo de secretário de Meio Ambiente fez a administração de Ruivo crescer. Que tal?

Sacola maldita
Ainda o Gildo: "Eu não peguei o dinheiro da secretaria e enfiei em sacolinha de lixo. Hoje não temos sacolinha e a prefeitura está numa crise financeira. Sabe-se lá quanto de dinheiro foi colocado nessas malditas sacolinhas que não deram resultado algum."  

Davi salvou a noite
Um dos mais coerentes é sempre o Davi (PP). Lembrou que no ano passado o governo federal ficou devendo quase um milhão para Santiago, a maior parte, para a farmácia básica. "Este foi o programa que ajudou o PT vencer. Foram bilhões anunciados antes das eleições e que agora foram cortados pelo próprio governo."

O furo da Dilma
"Um dos motivos do impeachment é justamente esse caos na saúde, essa falta de transparência. Porque durante a campanha se foi vendido um superávit. Após a campanha saíram os resultados negativos. Esse é um dos maiores problemas", diz Davi.

Obra em cruzeiros
Pelé (PP) estava faceiro com as inaugurações em Ernesto Alves, com as obras do seu prefeito.  Falou até de um projeto que, de tão antigo, está sendo calculado em cruzeiro... Sim, Pelé disse que vai sair o asfalto da 287 a Ernesto Alves ao custo de dois milhões de "cruzeiros". 

Puxa, saco velho!
Sandro Palma (PTB) achou bom que a Dilma tenha caído e, como não pôde elogiar o Ruivo desta vez (não deve ter achado nada), elogiou o ministro Nardes, do Tribunal de Contas da União. Nardes teria começado essa história de impeachment. Por que Palma rasgou o bacheiro pro Nardes? Para puxar o saco do Pelé que se diz amicíssimo do ex-deputado.

Palma quando desvia da égua, pega no potrilho.  

Licença - prêmio
Pelé não se sofreu e também falou do "impiti". Que os deputados "asfataro" a Dilma "Susef". Ele não sabe se foi um afastamento ou uma licença-prêmio que ela ganhou. Seis meses afastada e ganhado salário, assessor, carros...   

Rusgas e encilhadas
Marion falou da passagem alta em Santiago e que há séculos não há licitação para o transporte urbano. Que em certas vilas o ônibus não vai, que as paradas são ruins, sem teto e sem assento.

Depois encilhou o Pelé mais uma vez pedindo a devolução da diária que ele tirou para ir ver o Peixoto no Tribunal. 

Pelé se arpuou, pediu a "fita" e diz que vai provar que não pegou diária. 

Esse é o trabalho dos nossos nobres. "Bom, o que que eu tinha para isso era hoje". Até a próxima semana com mais algumas pérolas. Como diria o seu Arlindinho: "se não ingistir gorpe". 

12 comentários:

Anônimo disse...

Mais um caso: a palavra acento deve ser grafada com dois "s". Que em certas vilas o ônibus não vai, que as paradas são ruins, sem teto e sem acento.

Anônimo disse...

Estou procurando emprego em Santiago a mais de dois anos e cade o emprego, mesmo sem escolher função e nada até hoje, infelizmente não tenho ninguém para me indicar para vagas, estou precisando de padrinhos para conseguir emprego em Santiago.

Anônimo disse...

1. Marion está certo. Se o Pelé quer puxar saco de Grande Marco Peixoto , que pague os custos do seu próprio bolso. Eles não são representantes do povo? Nessa puxação de saco não me representou pois não acrescentou nada na minha vida e na dos santiaguenses.
2.Enquanto Tadeu foi secretário a coleta seletiva funcionou muito bem sim , coisa que o Gildo não fez. E não acredito que as sacolinhas dêem tanta despesa. Devem custar menos do que pagar salário pra vereador puxar saco ou não fazer nenhum projeto de utilidade para a população.

Cassal Machado Brum disse...

E bom amanhecer a terça feira rindo um pouco.kkk

Anônimo disse...

Comentário a gente faz , o problema é ser publicado. Censura em 2016?

Anônimo disse...

Por qual motivo os vereadores de Santiago falam tanto do governo federal? Meus amigos os "boludos" nem sabem da existência de vocês! Parem com esse desvio de função, e usem as seções da câmara para debater projetos para o MUNICÍPIO, gostaria de saber também o motivo pelo qual ninguém os denuncia por desvio de função?

Unknown disse...

Eu acredito que o melhor programa de humor atualmente seja as seções da câmara de vereadores de nossa cidade e pior é saber que ganham e vai ganhar um ótimo salário para muito pouco fazer. Mas os maiores palhaços somos nós a comunidade que votamos e colocamos esse tipo de gente no poder.

João Lemes disse...

Obrigado a quem corrigiu os "ss" de assento em 'acento'. Errei feio nesta!Mais uma vez, obrigado.

Anônimo disse...

Nunca vi anonimo pedindo emprego. Vadio! Eu tenho um pátio pra ti carpi. Só não arruma emprego quem nao qué trabalha.

Anônimo disse...

a saude no brasil realmente esta um caos treze anos no poder e o pt so comprou votos com esses projetos que nao mudam nada estava vendo uma reportagem na band news e fiquei chocado ,o brasil esta indo para o fundo no poco,ta na hora de pedir ajuda para cuba venezuela bolivia angola mocanbique guatemala e muitos outros paises que o governo comunista de esquerda do pt mandou nosso dinheiro.bnds vem ai.....

Anônimo disse...

esse MARION nao sei como se elegeu,so defende esse PT,mas projeto nao faz nm um.

Anônimo disse...

O correto é se vivemos em uma democracia porque somos obrigados a votar? e o melhor é saber que é obrigado votar e perdermos tempo indo votar em quem não nos representa, porque não anular voto?

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta