Subscribe:

Apoiadores:

terça-feira, 28 de junho de 2016

Giro crítico e noticioso


(J.Lemes)
Amigos devedores!
Hoje Santiago foi surpreendida com uma notícia a favor de quem deve: uma rádio deu o aviso aos motoristas que estão com IPVA em atraso. “Não andem no centro que a Guarda está pegandoooo”. Gostaria de perguntar ao comunicador se tem uma maneira de não pagar mais...

Síndrome da Braspelco
No tempo do Chicão foi anunciado aos quatro ventos que a Braspelco resolveria o desemprego em Santiago. Faria até o aeroporto. Deu no que deu! Agora o nosso quase atuante secretário Roger não diz quantas empresas nem quais irão se instalar no distrito pra não entrar areia no negócio. Ou pior; pensarem que seja politicagem.        

Tudo definido no PP
A convenção ainda não saiu, mas a dobradinha Tiago Gorski e Cláudio Cardoso está confirmada, enterrando de vez as especulações. Cardoso entrega até quinta, 30, seu pedido de dispensa da prefeitura para concorrer a vice-prefeito.

Pra ninguém passar frio
Mais de 700 famílias santiaguenses receberam agasalhos do Desenvolvimento Social. A Campanha já foi encerrada, mas a Loja do Agasalho seguirá aberta todo o ano. Aliás, uma novidade que Santiago inventou.

Coisa de cinema
O grande time de Santiago levou um saco de 9x4 em Uruguaiana e tem gente achando que foi sopa, que jogou bem etc. Também tem gente falando que o cinema encruado do abre-não-abre é coisa política por causa do ano eleitoral.

Corrigindo: o azar do dono do cinema foi prometer muitas vezes que iria abrir. Isso gera incredibilidade. Mas nada a  ver com política mesmo. Já esse time que surge justo neste ano, não sei não. Dou uma rapadura se me disserem em quem os atletas irão votar...

A propósito: você pagaria 10 pra ver o jogo de sábado ou 26 pra ir no cinema? 

6 comentários:

Anônimo disse...

Não pagaria nem R$10,00 para jogo nem R$26,00 para cinema, pois, se não faltar energia elétrica assisto a um jogo nacional pela TV.

Anônimo disse...

Boa tarde comunidade Santiaguense e da região, que bom que mais um opção de lazer surge na nossa região, mas pelos valores do ingresso, sugerem que a exibição é em ¨3D¨, pois se for da forma tradicional de exibição, não querendo ser pessimista, acredito que não teremos uma fluência de público para mantê-lo em funcionamento. E, em pouco tempo volta a antiga expressão de "ali tinha um cinema", como muitas coisas em nossa cidade.

Anônimo disse...

O ingresso, mais a pipoca, vai passar de 30 R$ por pessoa maior de idade, hoje na realidade brasileira e de Santiago, vai ser um programa que poucas famílias poderão usufruir. e àquelas que o podem farão uma vez por ano. e, outras mais privilegiadas já tem cinema particular em casa com televisões de todos os tamanhos e tecnologias. Os menos favorecidos, bom esses talvez fiquem só na ilusão e expectativa do cinema.

Anônimo disse...

PODIAM DAR UMA OLHADA NO DR RIVOTA E VER A PILHA DE ROUPA E CALÇADOS APODRECENDO, TUDO FRUTO DE DOAÇÕES, DARIA PRA ENCHER UMAS DUAS CAÇAMBAS DE ROUPAS E CALÇADOS, MAS SEJAM RAPIDOS SENÃO TUDO SOME RAPIDINHO.

Anônimo disse...

Quem pensa que esta tudo definido noPP está myoto enganado!! Tem muita coisa pra acontecer. Quem viver verá!

Anônimo disse...

Desde que cheguei em Santiago, 2005, prometiam cinema; agora que sai o povo fica chorando pelo preço.
Tem mais que ficar em casa vendo tv aberta mesmo, cultura da tela grande não é toda cidade que merece.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta