Subscribe:

Apoiadores:

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Os professores e os capitalistas

(J.Lemes)
Conforme o escritor americano Napoleon Hill, há dois tipos de conhecimento; o geral e o especializado. No atual ritmo do capitalismo, pouco importa o geral. O especializado é o que leva a um ganho maior de dinheiro. Vejam o corpo docente de uma grande universidade. Nele estão quase todas as formas de conhecimento geral. No entanto, a maioria deles tem pouca riqueza material. Isso porque eles são especializados no ensino do conhecimento e não em sua organização e utilização  prática para ganhos mais palpáveis.

O nosso educador e senador Cristovam Buarque diz que ainda há outro fenômeno no Brasil: poucos correm atrás de educação. A maioria quer apenas as portas que a educação pode abrir. Querem é ganhar dinheiro. Enquanto isso, o professor que lá está ensinando a todos para que consigam se dar bem e juntar fortunas, continua com seu salário minguado. Mas o reflexo já chegou pra todos. Hoje, só quem tenta ser professor são os que não conseguem outra coisa nas faculdades. Assim, daqui a uns anos, quem vai ensinar os futuros capitalistas?

3 comentários:

Anônimo disse...

A educação esta em segundo plano, não sou contra pagar o salario justo para um professor mas parar de dar aula para receber esse salario já se tornou baderna.A forma de pensar eu dou aula se receber aumento, ou senão não dou aula, é a forma correta de agir? A policia não ganha bem, deve parar de prender os bandidos? os médicos não ganham bem devem parar de salvar vidas?

Anônimo disse...

kkkkkk para o comentário acima.Sabe nada inocente.PS: o médico não para de atender, só pagando ou não ATENDE!!!!!!kkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

A educação é a solução para a vida, pois, uma pessoa culta sabe que a educação abre portas, nos faz mais críticos e mais educados.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta