Subscribe:

Apoiadores:

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Fábrica de verdade

(João Lemes)*
Por mais que se tente descrever a realidade, cada pessoa a enxerga de uma maneira, dependendo muito da sua formação, capacidade intelectual, das coisas que a cercam e do tempo. Por mais que nos esforcemos, não teremos parâmetros que nos permitam extrair a pura verdade de um discurso. Uma verdade para um, não é para outro. Ou será verdade para alguém apenas até ele mudar de opinião.

Segundo o filósofo Michel Foucault, a verdade é regida por relações de poder. São elas que estabelecem os critérios de validade e legitimidade. Assim, o que temos são hipóteses parciais e temporárias do que pode ser verdadeiro ou falso. O gênio Rousseau também ensinou: "A Razão não é um aspecto primordial da alma, mas uma habilidade adquirida ao longo do desenvolvimento humano".

A melhor maneira de se aproximar um pouco mais da verdade (ou da razão) é discutindo-a. É preciso se expor, dialogar, lançar-se ao debate. E não há outra época tão boa para as discussões sobre o que é ou não verdade como a de agora. É num dos momentos políticos mais importantes para o Brasil e para nossas cidades que devemos refletir e questionar. Afinal, as coisas só acontecem graças a isso.

Nós, aqui do Expresso, tentamos colaborar para o achamento dessa verdade tão pretendida por todos. Há anos travamos discussões e choques entre todos os articulistas do jornal com seus livres pensares. Esse sadio debate tem nos dado vida por mais de 20 anos e assim seguiremos. Lógico, sempre despretensiosos em querer ser fábricas de ou da verdade. Nossa pretensão é a de alertar, armar o debate e sermos lidos.
* (Jornalista e professor -  Santiago -  RS) 

4 comentários:

Anônimo disse...

A verdade tem que prevalecer sempre.

FROILAM disse...

Razão dialética. Teu discurso é vinho de uma safra boa, melhora a cada dia. Deves pensar num livro nessa linha de pensamento mais filosófico. Um abraço!

João Lemes disse...

Vindo de um escritor como este mestre, só posso dizer que estou no caminho. Obrigado.
abraços

Anônimo disse...

E sobre a Operação Fraude Rural???...caiu no esquecimento Srs.Jornalistas!!!!

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta