Subscribe:

Apoiadores:

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Outra tragédia familiar

Antônio César e Marelaine dos Santos.

Manoel Viana/São Chico – Marelaine dos Santos Rodrigues Vaz, 32 anos, foi morta pelo marido Antônio César Henrique Vaz, 39, com dez golpes de chave de fenda na cabeça e no pescoço. O crime aconteceu na sexta, 12, na rua Graciano Fochessatto (bairro São Cristóvão) em Nova Prata. Conforme a polícia, Marelaine foi encontrada já sem vida. Antônio César foi achado por um irmão. Ele estava enforcado em uma árvore perto da casa. Marelaine era da Barragem do Itu e há dois anos morava e trabalhava como técnica de enfermagem em Nova Prata. Ela também era pré- candidata a vereadora. Antônio era natural de São Francisco. O casal não tinha filhos.

Local do crime.

Outro caso – Há pouco, em Caxias, uma festa de 15 anos de uma sobrinha terminou com a morte de dois irmãos santiaguenses, tios da menina. Na madrugada, o guarda municipal (trabalhava em Caxias) Arli Alberto Marcon Bertazzo, 48 anos, sacou de uma pistola e deu vários tiros, acertando seu irmão José Elias Marcon Bertazzo, 44 anos, (sargento do Exército em Santiago), que morreu na hora. Uma irmã deles foi ferida na perna. Depois, Arli atirou contra a própria cabeça.

1 comentários:

Anônimo disse...

Muito triste para a família, lamentável, porém se tivesse acontecido com uma arma de fogo iriam culpar as armas de fogo por parte daqueles que são contra a liberação, o problema não são as armas, são as pessoas, precisamos desarmar os espíritos de violência, o uso de armas de fogo não é culpado, pois tem pessoas que possuem armas a mais de trinta, cinquenta anos e nunca cometeram um ato de violência. Vamos refletir mais no assunto e parar de repetir frases feitas por uma esquerda doente e psicótica.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta