Subscribe:

Apoiadores:

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Comida em troca de voto?


A presidente do Conselho Municipal de Assistência Social de Itacurubi recebeu uma denúncia na manhã da última segunda (26) de que estariam sendo entregues cestas de alimentos retiradas do Cras e sendo distribuídas em troca de votos. Ela foi ao local e entrou em contato com a coordenadora do Cras, e depois com a secretária de Assistência Social e a assessoria, mas ninguém quis falar sobre a denúncia, alegando que precisavam de autorização do prefeito. O caso foi registrado na Brigada de Itacurubi.
Fonte: Davi da Silveira Nunes/Polícia Civil.

Nota de esclarecimento
Diante do que está sendo divulgado na imprensa, sobre a denúncia de entrega de cestas básicas de alimentos retiradas da Assistência Social e CRAS, as quais teriam como finalidade compra de votos, vimos a público afirmar que essa denúncia não procede de forma nenhuma, pois todos os gêneros alimentícios, que são adquiridos pela Prefeitura Municipal de Itacurubi através de licitação pública, são destinados única e exclusivamente ao preparo da merenda escolar, tanto para os alunos da Rede Escolar quanto aos alunos que participam das diversas oficinas do CRAS.

Certamente o Boletim de Ocorrência originada por uma suposta denúncia anônima, foi feita por uma pessoa que manifesta contrariedade política, com o exclusivo intuito de prejudicar a imagem do Prefeito Municipal e Candidato à reeleição José Grosso, que é uma pessoa que preza pela honestidade e transparência na gestão pública e não compactua de forma alguma com esse jeito baixo de fazer política.

Carla Pavão, Edivaldo de Almeida Brizolla, Jorge Machado Soares
 (coordenadores da Campanha do Partido dos Trabalhadores de Itacurubi)

1 comentários:

Anônimo disse...

ainda bem q aqui em santiago não acontece disso....

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta