Subscribe:

Apoiadores:

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Santiago perde o Barbela

Faleceu há pouco um dos escritores mais lidos de Santiago. Um dos radialistas mais ouvidos. Um dos colunistas do Expresso mais lidos e admirados: Santiago perdeu Antônio Manoel Gomes Palmeiro -  o Barbela, aos 80 anos. Ele passou mal, ligou para o filho Pedro e morreu ao chegar no hospital, vítima de um ataque cardíaco. Deixa filhos, esposa, netos, bisnetos e uma infinidade de pessoas que ele ajudou em toda a região. Seu corpo será velado na capela Andres, sala 1.

Barbela foi comissário de menor, tabelião, radialista, escritor, poeta e historiador. Seus vários livros foram sempre os mais vendidos. Entre suas grandes marcas está a criação do Festival da Música Crioula de Santiago e o apoio que sempre deu ao Cruzeiro.

Barbela também sempre foi muito crítico e de posições firmes, mas seu coração era gigantesco. Nunca disse não a quem lhe pedia ajuda. Gostava que o chamassem pelo apelido e por "Belinha", nunca de senhor.

Nesta semana  ele ainda foi destaque no Expresso porque doou sua coleção de vinil para a URI, em nome da falecida professora Rosane, a qual ele admirava muito.

Esta foto mostra a última vez em que ele foi ao jornal Expresso, no final de 2014. A turma fez questão de parar tudo e vir abraçá-lo.   

0 comentários:

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta