Apoiam este projeto:

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Poucas e boas

Cadê as luzes?
(por João Lemes) - O Natal está aí e em Santiago não se vê quase nada enfeitado. O clima de Natal, embora seja apenas uma tradição, sempre ajuda nas vendas, sempre ajuda o nosso comércio. Em Santa Maria tudo está no clima e faz horas.

Arrecadam aqui, 
mas não gastam aqui
E por falar em comércio, sabe o que as administrações das entidades, lojas, prefeitura e imprensa deveriam fazer? Uma campanha permanente (já existe uma, mas é preciso melhorar) para que se compre aqui.

Aqui temos tudo! 
Conheço muitos granfinos que só arrecadam aqui. Na hora de gastar, é Santa Maria, Porto Alegre, Rivera... Não são capazes de ver que se isso é ruim para alguém, é ruim para eles também.

Mais uma “mão” 
aos aposentados 
Agora até as Lojas Colombo têm cartão disso e daquilo. Um dos serviços é o empréstimo a aposentados e pensionistas, com desconto direto na fonte, lógico. O grupo achou que ainda não estava lucrando o bastante e inventou mais essa. Como se vê, motivos e “facilidades” não faltam para que os aposentados se endividem.

Tempo pra Dilma 
A revista Veja publicou que entre as delações da Odebrecht será revelado como se comprava o apoio para a campanha de Dilma (PT) em 2014. A empreiteira pagava aos partidos para que cedessem mais tempo de tv à ex-presidente. Nessa estão PDT, PRB e Pros. E vem mais...

6 comentários:

  1. Não adianta reclamar que o povo compra em outras cidades.Vcs . já repararam no atendimento que alguns estabelecimentos comerciais nos dão? Nem sempre tem a mercadoria, compramos, pagamos e não entregam a mercadoria na data combinada, chegamos em uma loja e os atendentes conversando e a gente esperando, fazemos uma compra grande (tintas, material de constr.) e nem um calendário recebemos de brinde, muitos estabelecimentos não se encontra o número de telefone em nenhum lugar, etc.A Assoc. comercial deveria oferecer treinamento para melhorar o atendimento e aí conquistar o cliente.

    ResponderExcluir
  2. Não, completamente errado! Santiago não tem de tudo, muito pelo contrário: essas lojas daqui são contadas nos dedos e o que tem dentro delas muito falta e a gente tem que comprar na Internet, e nem vou falar do atendimento! E não adianta comprar o puco e o ruim que tem aqui para ajudar uma cidade que é atrasada e vive diariamente de pantomimas, elogios falsos que tentam mascarar um comércio decadente, uma infraestrutura ruim, um espaço sem perspectivas e que não motiva a abertura ou vinda de outros negócios para cá... Comentário desesperador esse seu João Lemes, duvido que poste NA ÍNTEGRA o que está aqui.

    ResponderExcluir
  3. Quanto a enfeites de natal esse
    Pirito ja foi a muito tempo.
    Nos dias de hj com tudo que se
    gasta e vendo o nosso país de mal
    a pior nem natal da tempo de lembrar.

    Quanto aos gastos fora da cidade
    não sou contra, pois aqui se vc paga 100,00 em outra cidade paga
    se 30,00. O grande problema em Santiago é cobrar valores absurdos maioria das vezes produtos que nem qualidade tem.
    O negócio é terem preços atrativos todos sabemos que a lojas em Santiago que bomba de gente o dia todo , as quebradas choram mas confere o preço mais alto e produtos até inferior.

    ResponderExcluir
  4. Emprego em Santiago é coisa rara ainda mais se a pessoa é nascida em Santiago e vai estudar fora e depois volta não consegue nunca emprego em Santiago, e quando conseguimos emprego temos que guardar um pouco de dinheiro, pois, o custo de vida em Santiago é muito alto, os conerciantes de Santiago não fazem promoções e ofertas com frequência, e quanto ao atendimento aos clientes é sofrivel, tem estabelecimentos comerciais que dá até medo de entrar, pois, entramos e já somos abordados sem nos dar o direito de escolher e andar pela loja livremente, vai uma sugestão aos comerciantes de Santiago oferecer treinamento, capacitação e qualificação aos funcionários tanto da micro, pequena e grande empresa para melhorar o atendimento e quanto comprar fora é uma ótima opção, pois, se fora oferece o melhor preço, qualidade no atendimento, tem lazer e qualidade de vida temos que procurar o melhor para nós e não para o comércio, pois, se o preço for baixo e a margem de lucro do comerciante for menor todos ficam felizes e compramos em Santiago, fora isso temos que privilegiar nosso bolso e não o comerciante.

    ResponderExcluir
  5. Nunca vi cobrar frete para entregar as mercadorias na cidade, prefiro comprar fora, pois, lá não tem essa questão do frete, as grandes empresas é que tem que se preocupar com a logistica das vendas que fazem, pois, o cliente compra a mercadoria e ainda tem que pagar o frete isso só acontece em Santiago, quando as grandes empresas vão entregar as mercadorias nas casas dos clientes sem cobrar frete???

    ResponderExcluir
  6. Em Santiago é uma Micro Empresa que presta serviço a outra Micro Empresa quando teremos comércio de verdade, onde não exista bairrismo, pois, qualquer coisa mais avançada ou mais elaborada temos que comprar na INTERNET, devido ao ao custo dos produtos e serviços de Santiago

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta