Apoiam este projeto:

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Júlio Garcia retorna e...

O petista Júlio Garcia (à direita) retorna aos pagos depois de muito tempo em atuações nos governos do PT pelo Estado. Por último estava em Canoas, mas o seu projeto por lá não vai continuar.

Ele volta faceiro e até usou um clichê: “Nunca 'saí' de Santiago, nem Santiago de mim”. E chega sentando a ripa dizendo que Santiago está mal, com desemprego e retrocesso. Não se sofreu e elogiou seus companheiros e bateu no “traíra Temer” e ainda citou a imprensa golpista.

É bom saber que um filho amado retorna e que vai ser mais um a trabalhar pelo direito aqui também, trazendo ainda novos projetos políticos. Sim, NOVOS projetos políticos, porque o último santiaguense que ele apoiou a deputado ainda está na cadeia pelos golpes de milhões contra o povo brasileiro.

4 comentários:

  1. "Santiago está mal, com desemprego e retrocesso".
    Ahãm, ... e qual a cidade do Brasil, vai entregar com os salários e 13º do funcionalismo em dia? Me cita uma?
    Ah será que é alguma governada pelo PT?
    #SQN

    ResponderExcluir
  2. Algo vem fazer. Não vem de graça,com toda certeza!

    ResponderExcluir
  3. mas só faltava esta agora, um louco desses dhegaem santiago, dizendo que santiago tá mal, que falta isso , falta aquilo ma s o que tu faz aquiu então? volte de onde tu naõ deveria ter saido

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta