Apoiam este projeto:

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Doa-se um fogão. Quem quer?

Santiago – Um morador do centro trocou de fogão e se livrou do velho jogando na rua Benjamin Constant, ao lado de um contêiner. E agora, quem poderá recolher? Respondo: a empresa que faz a coleta não tem a obrigação, nem a prefeitura.

OBS.: Esses descartes devem ser feitos direto na usina do lixo (Rincão dos Viana) ou durante o Cidade Ativa.

5 comentários:

  1. Mas fiquem tranquilos temos as super cameras nas esquinas, com o Zoom da para ver até a hora no relógio da pessoa que largou.

    ResponderExcluir
  2. Nosso povo é muito soberbo,para juntar um móvel na rua,na cultura americana (EUA)as pessoas adquirem móvel eletrodoméstico, qualquer equipamento e o velho coloca na calçada,não demora meia hora alguém carregar,aqui que as pessoas tem vergonha de carregar,tenho um amigo que mora em miami ele mobiliou a casa juntando o que encontrou na rua até impressora em perfeito estado ele recolheu na calçada.é uma forma de dar algo que não usa pra alguém que precisa.

    ResponderExcluir
  3. Em outras cidades isso se chama lixo pesado,ou deja tudo que for inservível dentro de casa, entre tantos este fogão. Se ninguém quereé, vai ficar ali um bom tempo não tendo como o caminhão levar. Exagerou quem o fez, bastava pagar um frete e levar ou botar nas redes sociais que logo aparece quem queira...

    ResponderExcluir
  4. Que se exploda isso tudo.. Bora pra proxima..

    ResponderExcluir
  5. Isso demonstra a cultura de alguns habitantes da Cidade Educadora. Em frente à CDA (Tito Beccon) numa lixeira pertencente a Lancheria Leal vimos esses descartes seguidamente,desde ontem desmontaram um forno ou fogão e jogaram tudo ali no passeio público, inclusive vidro. Quem fiscaliza? Se é ilegal tem que punir.

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta