Apoiam este projeto:

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

"Não me deixaram falar. De novo!"


Desde que foi eleito deputado estadual, o santiaguense Miguel Bianchini (PPL) se queixa que não consegue deixar sua mensagem aos santiaguenses durante as festas de aniversário do município. E neste ano não foi diferente. Em seu Facebook ele fez o seguinte desabafo.

 "Desde que foi criada, a festa também serve para evidenciar as principais figuras do Partido Progressista. Os da oposição nunca são bem-vindos no palco na hora dos discursos. A festa de 2014 serviu para enaltecer o nome do ex-vereador Marquinho Peixoto, então pré-candidato a deputado estadual pelo PP. Em 2015 eu estava no palco como deputado. Ainda no calor dos resultados das eleições, muitos santiaguenses queriam ouvir minha palavra, até políticos do PP da região foram chamados para falar, mas o deputado eleito foi ignorado.

Depois desta festa encontrei-me na rua com o locutor do evento. Ele, muito constrangido, veio me pedir desculpas pelo fato de ter me ignorado no cerimonial, afirmando que cumpria determinação do chefe de gabinete do prefeito Ruivo para que não me passasse a palavra em hipótese alguma. Respondi a ele que ficasse tranquilo pois conhecia bem o sistema.


Na festa de 2016 também me fiz presente. Na hora das falas, me deixaram de fora. Já nesta festa de aniversário de Santiago de 2017, fui para a festa acreditando na mudança de tratamento comigo, por parte da administração. Na hora das falas, o locutor oficial concedeu a palavra ao presidente da Câmara, ao vice, ao prefeito e até ao que não era mais prefeito (Ruivo), não dando a palavra a mais ninguém.

Obs.: Não se preocupe, deputado! Ano que vem o senhor não será chamado de novo. Já o ex-prefeito Ruivo já está no protocolo. Afinal, ele será candidato a deputado estadual pelo PP.

7 comentários:

  1. Mimimimimimimimiimimi chega de mimimimimimii

    ResponderExcluir
  2. Mas o home não fala nem na Assembléia vai falar aqui por que? é só ver no site quantas vezes ele se manifesta por ano.

    ResponderExcluir
  3. O povo Santiaguense gosta mesmo disso, enaltecer o PP e o "marquinho" querido.
    Sou de Santiago e há muito tempo não estou mais na cidade, isto se deve a limitação de empregos, estudos e outros pontos. Além disso, quando faço visitas vejo que santiago não evoluiu, cada vez pior. Enfim, desejo aos Santiaguenses um futuro próspero, que mudem para melhor, que tenham um direcionamento para o progresso.

    Entendo que muitos políticos acabam desistindo de ajudar a comunidade devido a fatos como este mencionado pelo deputado.

    ResponderExcluir
  4. Só agora o Bianchini se deu conta que o poder nesta cidade tem donos eternos? Que ingenuidade deputado.

    ResponderExcluir
  5. NÃO CHORA BIANCHINI TU TA MUITO POUQUINHO APROVEITA ESSA MAMATA POIS NO PRÓXIMO VAI FICAR SÓ NA VONTADE,POIS TEMOS UM CANDIDATO DE PESO, jULIO RUIVO ESSE É O cARA ...

    ResponderExcluir
  6. pp e dono de santiago por isso nao temos empregos e paramos no tempo .

    ResponderExcluir
  7. Ué, não era o Bianchini que disse que faria um mandato técnico e não político, que seus assessores eram técnicos e não políticos? Mas agora como tem eleição logo ali em 2018, as favas com a técnica, o Bianchini quer é sua exposição política.

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta