Apoiam este projeto:

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Prefeitura manda fechar conveniência


Santiago–  Atendendo aos abaixo-assinados feitos por moradores da rua Bento Gonçalves, o setor de fiscalização da prefeitura fechou um bar que prejudicava o sossego público. O estabelecimento funcionava como conveniência e vendia, principalmente, bebidas até altas horas. Com muita frequência, as calçadas amanheciam cheias de garrafas e sujeiras, revoltando ainda mais a vizinhança. Para resolver o problema, os fiscais suspenderam a licença do bar.

12 comentários:

  1. só quero ver se vão fechar a do Otavio Pinto também ou a prefes vai passar a mão na cabeça da família do cacique.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ta por fora seu anonimo, este bar que tu te referes, não funciona a muito tempo.

      Excluir
  2. Muito bom Por certo outros ficarão de orelha em pé. Realmente já dá pra ver que com o Tiago o buraco é mais em baixo.

    ResponderExcluir
  3. E a convêniencia do posto 27, será que vão fiscalizar também, pois já existem várias ocorrências policiais de perturbação do sossego. É inadimicível autorizarem o funcionamento de um posto de combustível com show, próximo de um hospital e com todo tipo de perigo, celulares, cigarros e até bombinhas já largaram lá. Onde estão as autoridades, convido-as a passarem um final de semana lá e temtarem dormir um pouco. Nós moradores da localidade que a anos moramos lá sequer fomos consultados quando da instalação dessa empresa, será que o bom senso não poderia prevalecer em vez da ganância pelo dinheiro.

    ResponderExcluir
  4. Tudo bem fecharem uma conveniência, mas porque falam somente dessa? faz dias que falam só dessa, mas tem o pires tem o 25, 24, jz , esso todos esses lugares fazem barulho mas vcs criticam somente o bento... sem contar que o nova pauta posto uma foto da fachada do bar mas apago na foto os adesivos que diziam "proibido som automotivo" e " poibido a venda de bebidas para menores de 18 anos" e ai o que me diz disso?

    ResponderExcluir
  5. E a da frente do Esso até quando vai ficar aberta? Que se tiver alvará para édistribuidora mas faz até boate e musica ao vivo .

    ResponderExcluir
  6. Fecha todos ou nenhum!ou os estabelecimentos de afilhados nao conta a mesma regra do sossego e venda de bebidas?

    ResponderExcluir
  7. É de admirar a rapidez e eficiência da prefeitura.Aliás todos são dignos de admiração: Marco Peixoto sempre atuante , principalmente qdo. o evento é em Santiago, o Ruderson deve ter ido ver a qualidade de tratamento da água e o Bianchini deve ter ficado mais uma vez sem discursar e o Heinze? Veio prestigiar o Tiago.Será que vai parar de faltar água?

    ResponderExcluir
  8. Acho a atitude de mandar fechar totalmente errada, não eh culpa do dono do bar q os mané fika com os carros na frente do bar, o cara tem um bar q vende bebidas, onda os bebum vão beber não eh problema dele, axo q o q deviria acontecer era os policiais passarem mais vezes por lá e manda desliga o som q perturba os moradores. Brigadiano não falta pra stg, metado do efetivo soh trab no ADM,manda pra rua os cara das mesa daí sobra PM pra patrulha

    ResponderExcluir
  9. Gente não adianta bater boca em um site que não levará a nada.. Quem quiser saber se uma empresa esta funcionando corretamente ligue pra prefeitura e peça para ir até tal empresa diga quevc quer fazer um denuncia para verificarem se a empresa esta correta só assim quem estiver errado sera punido...

    ResponderExcluir
  10. Pq nao fiscalizam as zonas dentro da cidade que viram as noites com boates muito barulhooo e bebida todas as noites tirando o sosego de quem mora perto quem presisa trabalhar no dia seguinte nao dorme com tanto barulho ja foram feitos abaixo assinado e nada parem pra pensar um pouquinhooo e ce e pra um tem que valer pra todos fica a dica

    ResponderExcluir
  11. Creio que os estabelecimentos noturnos que comercializem bebidas alcoólicas durante noite, deveriam ter o horário de funcionamento restrito, falo em nome da minha Mãe, que mora na rua Vinte de Setembro e que nas noites de eventos no Posto 27 (música ao vivo), é obrigada a ficar trancada em casa por causa do movimento e som alto do posto e veículos que transitam ininterruptamente na rua. Junção de pessoas que jogam garrafas na rua, nas calçadas e para dentro dos pátios, isso sem falar naquelas que urinam na calçada e invadem as propriedade para utiliza-las como banheiro. No dia seguinte aos eventos o resultado pode ser visto nas proximidades, CONVIDO as Autoridades Públicas e órgãos de fiscalização do município para ver ao vivo, basta ir nos dias indicados depois das 23h. Sem contar que o lixo do posto ficar jogado na calçada do estabelecimento, até ser recolhido pelo município.

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta