Apoiam este projeto:

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Dano contra o patrimônio público; e a culpa vai para...

Santiago - Como é importante a opinião popular, mas tem vezes em que as opiniões são empíricas, ou seja, sem base técnica nenhuma. Vejam a questão desse vaso que derrubaram nas nossas ruas. O motorista bateu, derrubou e se mandou. Quem é o culpado? A prefeitura que colocou esse vaso aí, ora! E não adianta nem dizer que a velocidade máxima é de 40k/h.

Alguém já foi em Gramado, por exemplo. Lá as ruas são cheias de canteiros, vasos, enfeites etc e ninguém bate em nada e, se bater, paga.

Querem ver outra? Quando este blogue sugeriu a retirada dos pínus da beira da 287, já que eles poderiam servir para a fabricação de casas à população pobre e que essa ação salvaria quem por ventura saísse da estrada, choveram comentários do tipo: "As árvores não se mexem, quem bate nelas são os motoristas". Está bem, e os vasos, se mexem?

O blogue só lembra que se a colocação dos vasos foi errada, errada também é a correria pelas ruas e a falta de responsabilidade de quem bateu e estragou o patrimônio público. E quando falamos em público, ele é de todos nós. (Foto: rede social)

4 comentários:

  1. Vaso nenhum se mexe... aliás, se mexe sim: quando algum tonto, desleixado e que não dá importância alguma para o que é de todos, bate nele! Qto ao corte das árvores, só poderia fazer uma reflexão: MAIS UMA VEZ, AS COISAS SÃO CULPADAS, PRINCIPALMENTE FRENTE À IGNORÂNCIA E DESLEIXO HUMANO!

    ResponderExcluir
  2. A prefeitura põe o vaso e não sinalisa! O mesmo acontece com os quebra-molas...faz a rampa e não sinalisa....Absurdo

    ResponderExcluir
  3. Alexandre de Moraes do STF,vai julgar o caso,parabéns coxinhas PCC.

    Quem colocou o vazo foi o Lula.

    ResponderExcluir

  4. Chama o MORO para julgar o caso,O Dallagnol para investigar,será tudo esclarecido.Não foi a prefeitura quem colocou o vaso,foi o Lula coxinha.

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta