Apoiam este projeto:

quinta-feira, 23 de março de 2017

O Expresso põe fogo na gasolina

(J.Lemes)
O Expresso desta semana está pronto. Logo chegará até você com um montão de novidades. O jornal traz matérias bombásticas, como uma reportagem-pesquisa de cabo a rabo na questão dos preços da gasolina. Afinal, por que a gasolina é tão cara em Santiago?

Enquanto em cidades vizinhas, como São Vicente e Jaguari, se acha gasolina comum por 3,77 e 3,69, em Santiago o preço não baixa dos 4,06.

Alguns donos de postos não quiseram falar nada e até foram estúpidos com nossa equipe. Azar deles! Fomos atrás e descobrimos muita coisa que hoje em Santiago ninguém fala.

Quantos carros há em Santiago? Quantos veículos há para cada um dos postos? Quem são os reais donos dos postos? Eles combinam preços? Há monopólio nessa área? A distância encarece o preço final? O que dizem os especialistas?

Enfim, o Expresso fez a parte dele. Vamos ver agora como é que fica! Aguardem o Expresso e vejam. Esta notícia não tem na internet, Facebook, whatsapp... só no Expresso!

E mais:
Você sabia que um jovem de Santiago é destaque nacional por descobrir propriedades de uma fruta que nem daqui é?

Você sabia que a metade da carne consumida em Santiago pode ser clandestina?

Touro mata trabalhador rural em Rincão dos Perônio.

Quanto de lixo hospitalar Santiago produz? De quem é a obrigação de levá-lo embora? Quanto custa este serviço?

Tudo, só no Expresso.

8 comentários:

  1. Fui a Santa Maria ontem e abasteci no posto onde sempre abasteço quando vou lá, o rendimento e a qualidade e a mesma daqui, paguei 3,67, enchi o tanque, em Santiago há fortes indícios de formação de cartel na gasolina e no gás de cozinha, o que é crime contra o consumidor.

    João Batista Ribeiro

    ResponderExcluir
  2. Com relação ao valor do combustível, é uma das questões a ser analisada pelo Ministério Público entre outros setores responsáveis pelo controle do que é vendido para a sociedade. Cito como exemplo da distorção de valor dos Postos de Combustíveis, a cidade de Bagé, onde o litro da Gasolina Comum custa em torno de R$ 4,25 e a Gasolina Aditivada custa R$ 4,65 ou mais..um absurdo. Enquanto na cidade vizinha de Aceguá, distante 60km, divisa com o Uruguai, a Gasolina custa entre R$ 3,90 ou R$ 3,99 (é mais distante das refinarias do que Bagé)...os impostos dos municípios são diferentes? Há um acerto entre os proprietários dos Postos? A Gasolina contém produtos diferenciados? (Já que a Gasolina Aditivada é "aditivada no posto" conforme queiram, só perguntar para os frentistas que eles mesmo dizem que é aditivado "ali mesmo" ou seja sem controle).
    Um coisa é certa...quem têm carro, moto, ônibus ou caminhão é porque precisa destes veículos, para eles andarem precisa combustível, e desta forma ficamos à merce desta situação...

    ResponderExcluir
  3. como dizia velo giba tem cato na tuba.

    ResponderExcluir
  4. Claro que existe cartel

    ResponderExcluir
  5. Carne clandestina não é sinal de falta de higiene ou carne contaminada... o pessoal. de fora, do campo não é imundo como os açougues que detêm sangue coagulado, seco nas entranhas dos balcões, onde os funcionários passam um pano sujo para "limpar" as gavetas e bacias. Outra coisa: quem garante a qualidade da carne com a diminuição da temperatura dos frigoríficos dos mercados, assim como a rotulagem que eles praticam? Prefiro comer uma carne clandestina que a "conservada" em açougue com funcionário espirrando e fungando em cima dela!!!

    ResponderExcluir
  6. Muito importante essa sobre sobre a gasolina em Santiago por que é um absurdo mesmo preço aqui tu vai a São Vicente por ex: paga R$3e pouco e até agora niguém fez e nossos vereadores e promotoria o que fazem pela população, pode ser que agora acordem.

    ResponderExcluir
  7. Bom Dia!

    Finalmente, alguém teve a coragem de publicar uma matéria sobre os preços dos combustíveis em Santiago, que, não é de hoje, não tem concorrência.
    Tenho feito minha parte. Há um ano que não pleno o tanque do meu carro em Santiago, quando o faço, procuro plenar em Santa Maria ou Jaguari.Se todo fizessem alguma coisa, obrigaria a baixar os preços.
    Att
    Leandro

    ResponderExcluir

  8. - Vamos ver se a gasolina dos caras não é batizada,Como acontece com a carne fraca,querem empurrar papelão no lugar da carne.

    OU COXINHA ESTRAGADA.

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta