Apoiam este projeto:

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Peixes graúdos na feira de Santiago

 A feira da Associação dos Piscicultores movimenta o hortomercado desde a última terça-feira (11). Estão sendo vendidos peixes vivos e abatidos. Devem vender 20 toneladas nos três dias de feira.
Valores - Carpa capim – 17,00; prateada, cabeçuda e húngara, 12; traíra, jundiá e tilápia, 17; pacu, 15; grumatã, 12.
Falando em peixe, apareceram uns petistas tipo peixes fora d’água lá na inauguração do pavilhão do peixe. É que a verba era do Pimentão.

O problema é que o cerimonialista não disse o nome de um por um dos que estavam lá. Aí, já quis dar bolor...

Estão todos atrás de peixe de mar na nossa feira de Santiago. Mas “a de mar”, só o secretário Canterle.

Os produtores ficam brabos quando a gente diz que carpa não é peixe. É peixe sim!, dizem eles. 

O problema é que a carpa tem gosto de barro, dizem alguns. Eu não digo que tenha gosto de barro, a não ser que o produtor não dê “bóia” pra ela. Aí o bicho se obriga a se virar com o que tem: o barro.


veja as fotos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta