Apoiam este projeto:

quinta-feira, 1 de junho de 2017

O relaxamento de alguns moradores causa transtornos

Santiago – Nesta semana chuvosa a Prefeitura recebeu várias reclamações de moradores da rua Riograndino Becker que se queixavam de acúmulo de água na esquina das ruas Bernardino Garcia com a Rogério Francisco da Rosa, na passagem dos trilhos.

Uma equipe da Secretaria de Obras esteve no local e verificou qual era o problema. Debaixo de um monte de lama e sujeira estava uma porta de madeira interna jogada obstruindo a tubulação e impedindo a passagem de água.

Enquanto alguns moradores não se conscientizarem e descartar esse tipo de material no lugar adequado sempre vai acontecer esses problemas quando chover forte.

5 comentários:

  1. Inacreditável isso acontecer. Como tem gente relaxada. Se bobear pedem pra prefeitura limpar até o patio da casa deles. Tanta coisa pra prefeitura fazer e tem que limpar as sujeiras dos outros.

    ResponderExcluir
  2. Não é só o descarte, mas a falta de solidariedade e iniciativa em conservar o espaço ao redor em que se mora. Porque os moradores só cuidam do que é seu (e olhe lá!) e vivem reclamando do espaço público? Esse exemplo de lixo (garrafas, sacolas, entulhos diversos) sim, é resultado de relaxamento, mas porquê os moradores não se solidarizam e combinam de fazerem algum tipo de manutenção semanal pelo menos na quadra onde moram: Tipo, varrer, recolher, controlar o mato... não: individualismo, egoísmo, relaxamento e culpadores! Custa cada vizinho pegar uma vassoura e pá, varrer sua frente nem que sejam duas vezes na semana??? Não sei, acho que custa, ou é vergonha de limpar a frente da sua casa??? Vai saber né?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero deixar claro que não foram estes objetos colocados, somente por UM VIZINHO RELAXADO, que obstruíram a passagem da água. Esta situação persistia há uns sete meses ou mais, onde por diversas vezes solicitei à prefeitura a limpeza, pois é sim, competência da prefeitura a limpeza de locais públicos, ou quem sabe eu vou ter que limpar. Pagamos impostos pra que? Para termos serviços de qualidade.
      As pessoas que residem próximos a este local são caprichosos sim, podem vir olhar as calçadas e pátios para ver que são limpos, mas infelizmente sempre tem um relaxado, que quando se muda, troca alguma coisa da casa ou faz reforma joga o lixo no local inadequado e mais próximo para não pagar o carregamento.
      Esse local é próximo à Convexo e está abandonado pelos órgãos competentes.
      Antes de falarmos e acusarmos os outros temos que ter conhecimento da situação.
      Tenho fotos deste local desde o ano passado. Se tem alguém que pede pra prefeitura limpar seus pátios nós não somos.

      Excluir
  3. A Prefeitura tinha que ser mais dura com esse tipo de gente. As placas dizem,- proibido lixo. denuncie - . Então você faz a denúncia. dá o nome do relaxado e ai??? Alguém do meio ambiente tinha que vir na casa e pelo menos multá essas criaturas. Dois ou três cuidam e o esto não tão "nem ai" por que sabem que - não dá em nada. !!!

    ResponderExcluir
  4. Esclareço ainda que a Rua Riograndino Becker não é nem perto deste local e quem solicitou a limpeza do local fui eu (Sandra Margot da Costa).

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta