Apoiam este projeto:

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Giro crítico e noticioso

Morreu porque não quis dar o celular
Uruguaiana - O universitário Luís Emílio da Rosa, 21 anos, foi morto a facadas na noite de domingo (17). Ele lutou com um dos criminosos e acabou esfaqueado pelo outro. Moradores pegaram um deles (de 15 anos) e o agrediram até a chegada dos policiais. Ele contou o endereço do outro, que também foi preso.

Taxista reage e também morre
Alvorada - No último sábado o motorista (Uber) David dos Reis Delfino, 26 anos, foi morto por dois homens que tentaram tirá-lo do carro. Ele reagiu, foi baleado e morreu no local. Os ladrões fugiram em seu carro, o qual capotaram metros depois. O automóvel está sendo periciado. A polícia também verifica imagens de câmeras e ouve testemunhas.

Justiça solta 300 presos
A Justiça está soltando os menos perigosos, já que o sistema carcerário não dá conta do número de prisões. Só do presídio central foram soltos 300 condenados do semiaberto. Quase todos são primários e não deveriam ficar no Central.

É muito preso
O número de condenados fechava, em mil a mais por ano até 2016. Em 2016, foram oito mil a mais. Em 2017 serão 10 mil a mais e o sistema não acompanha. No central a situação é tensa sendo preciso uso da força. Alguns estão há mais de 30 dias com a mesma roupa, outros doentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta