Apoiam este projeto:

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Macheza, falta de educação ou sem-vergonhice?

(por João Lemes) Não é de hoje que vejo militar do Exército cantando de galo para cima das pessoas. Alguns não gostam de regras. E se tiver que obedecer a um brigadiano, piorou. Em Santiago teve militar puxando revólver para uma servidora pública porque sua esposa fora transferida (arma é para isso?) E acreditem: o caso foi abafado.

Agora foi lá em Rosário; a Brigada deu ordens a uns baguais a cavalo e deu no que deu. Houve tumulto, tiros de arma de borracha, gente presa... Uma vergonha! E esses são os mesmos que querem pregar moral aos filhos e nos CTGs. É bom dizer a essa gente alvorotada que macho para ser mais macho que o outro, só que seja aleijado dos órgãos genitais.

Vamos rir com o Gaudêncio?
Para quem gosta dos causos de um humorista que representa bem o nosso gaúcho, a pedida é ir ao Coxilha de Ronda no dia 7 de outubro e ver o famoso Cris Pereira, aquele que fez parte do grupo Primeiro as Damas. Agora ele encarna o Gaúcho Gaudêncio. A promoção é da rádio Verdes Pampas com o apoio do jornal Expresso.


Um comentário:

  1. O caso do militar foi abafado???? E o nosso poder judiciário??? Cabe denúncia ao MP se esse foi o caso...

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta