Apoiam este projeto:

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

O embate da semana

Pacto de sangue
A semana começa tensa mais uma vez na política. Se bem que essa “tensão” já virou rotina. Todos os olhares se voltam para Curitiba em mais um round entre Moro e Lula. Até que o ex-presidente esperneou para adiar, mas o Moro velho não deu moleza. Também, depois daquela do Palocci dizendo que Lula e a Odebrecht tinham um pacto de sangue.

Pacotaço de propina
Vejam só: dona Dilma estava durona a seguir nas falcatruas com a Odebrecht. Aí eles deram um pacotaço de propina ao chefe, que por sua vez, convenceu sua pupila. No pacote constava: sítio, terreno, apartamento, conta corrente de 300 milhões, 200 mil por cada palestra... Isso que agente sabe.

Pré-sal da pré-campanha
Como se não bastasse, ficamos sabendo que o tal do pré-sal seria para sustentar a eleição de Dilma e o PT e seus aliados (dentre eles PMDB e PP) por looongaaa data. E nós aqui, dando milho aos pombos.

Dilma lombo-liso
A notícia que se via nos jornais mais famosos do mundo era que Dilma até agora não tinha nada que a comprometesse. Claro, a não ser aquela do “Bessias” e Lula Ministro. Mas agora...

Já soubemos também que nada disso é verdade e que o Palocci, amigão e homem forte dos governos Lula e Dilma, é mais um mentiroso entre tantos outros que estão presos. Mas vamos aguardar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta