Apoiam este projeto:

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Pérolas da Câmara de Santiago

Oposição sem aberração
O Clairton (PSDB) foi o mais sensato no discurso. Ensinou como se faz oposição e como ser um excelente legislador. Disse que oposicionista não é aquele que grita na tribuna, mas aquele que dialoga nos gabinetes. Graças a esse diálogo, a reforma tributária voltou à prefeitura para ajustes.

Baixarias - Rafael (PSD) entrou na jogada e disse que muitos estão acostumados com vereadores que berravam na tribuna, que atacavam-se mutuamente com baixarias para que vissem que era oposição.

Mas quem falou que não tem oposição é porque nunca ouviu o Gildo Fortes (PP).

São Pedro, nos acuda!
Falando em Rafael, a denúncia dele mais recente sobre os ônibus da São Pedro é que agora também descobriram pulgas nos coletivos. A notícia menos ruim é que tem audiência marcada com o outro Pedro, o secretário dos Transportes. Só vou dizer: não é preciso irem todos os vereadores para ouvir a mesma coisa de sempre (e que já está dito abaixo).

Guentem o ferro! 
A notícia ruim foi o Davi quem deu; só que saia outro edital para mudar a linha, porque o de agora permite ônibus com até 35 anos de uso e as vistorias dadas por engenheiros estão valendo. Não há como tirar essa empresa assim tão fácil, muito menos colocar outra. Então, guentem o ferro!

Uma dentro, uma fora
Mas voltando ao Rafael, ele deu uma certa e uma errada; quer medir os quebra-molas porque estão fora de padrões. Uns nas nuvens e outros, bem baixinhos. Boa! Agora, querer fazer lei para que a RGE não corte a luz em final de semana porque não há banco aberto, me poupe! Isso é populismo! E o senhor nem pode legislar sobre isso?

Valor dos terrenos
E o Gildo veio com outra pérola. Disse que, pelo valor venal (critério para cobrar imposto), alguns terrenos valem 10 mil, só que na realidade valem 200 mil. Gildo até contou que rejeitou 200 mil vivos pelo dele. Credinho!

Outra pérola do Gildo foi sobre os mosquitos da dengue. Ele foi num ESF, abriu uma tampa por lá e tomem mosquitos na cara! “Aquilo é um hotel cinco estrelas para os mosquitos”, disse ele.

Temos que começar a dar jeito na bicharada né, Gildo?, a começar pela nossa casa e pelas casas públicas.

Infestação
O Décio (PP) também falou forte sobre a infestação de mosquito e que já tem casos suspeitos de dengue em Santiago. Pediu a todos que comecem já a dar exemplos. Que comecem já a limpar pátios ou tudo vai piorar no verão.

O Expresso errou ao falar dos índices aceitáveis divulgados pelo vereador Décio na semana passada.

ERRADO - Conforme o vereador Décio (PP), o índice tolerável de infestação do mosquito é de 0,1%. Mas em Santiago o mosquito está com 0,7%.

CORRETO - Conforme o vereador Décio (PP), o índice tolerável de infestação do mosquito é de 0,1%. Mas em Santiago o mosquito está com 7,5%.

Como vemos, o índice para Santiago é alarmante!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta