Apoiam este projeto:

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

O cidadão de bem...

Ontem eu era um cidadão, 
agora sou bandido

(por João Lemes)
Ontem falei de uma casa que foi arrombada em Santiago. Dela levaram joias e as armas que eram para a defesa do cidadão de bem. Em São Vicente amarram o pessoal e levaram revólver, espingarda e a munição do cidadão de bem.

Ontem em Porto Alegre, um trabalhador, pai de família, arrumava os fios de luz para a CEEE e colocou o caminhão frente a uma garagem de um cidadão de bem. Ao tentar sair, o cidadão de bem discutiu com o operário, voltou em casa, pegou sua arma de cidadão de bem e virou bandido; matou o trabalhador com um tiro no peito.

É como eu digo, nós, o cidadão de bem, somos os bons. O mal está nos outros. Nós podemos ter arma, nunca vamos matar alguém, a não ser o bandido. Portanto, fico muito triste quando alguém repete a frase: "eu sou cidadão de bem".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta