Apoiam este projeto:

terça-feira, 3 de outubro de 2017

O estado soma os prejuízos

O tempo firme de hoje em todo o Estado esta facilitando o trabalho de reconstrução das casas, silos, bens públicos e, principalmente, a reativação de energia. Na região, Capão do Cipó e Tupanciretã foram os mais atingidos, com ventos a mais de 100km/h. A nossa reportagem esteve em Capão do Cipó e verificou estragos por toda parte. Só de casas destelhadas foram mais de 200. Apenas um produtor rural perdeu mais de três milhões.
Obs. A nossa equipe agradece ao vice-prefeito Jaques Garcia que acompanhou os trabalhos.   

Só o produtor Jovane Basso (Entre-Rios) calcula perdas de 9 milhões em sementes, máquinas, galpões e lavoura. Ele vai acionar o seguro
Em Santiago as perdas maiores foram no trigo, no milho e na estrutura dos produtores, tais coo galpões etc. Também foi atingida a produção de pêssego. As perdas gerais passam de três milhões de reais, conforme dados da Emater. Menos mal que a maioria desses produtores têm seguro e o milho é possível replantar. A notícia boa é que na cidade não houve danos. (fotos: Eder Alves)

Veja mais fotos de Capão do Cipó

 Gasolina? Só na manivela. Mas a energia na cidade já voltou. Falta o interior.


(foto, José Domingos) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta