Apoiam este projeto:

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Será que os militares assumem o país em 2018?

O general da reserva Luiz Eduardo Rocha Paiva avisou que os militares devem intervir se o STF permitir que um condenado assuma o poder em 2018 

Veja um trecho de seu comentário no jornal Estado de S. Paulo:
“A intervenção militar será legítima e justificável, mesmo sem amparo legal, caso o agravamento da crise política, econômica, social e moral resulte na falência dos Poderes da União, seguida de grave instabilidade institucional com risco de guerra civil, ruptura da unidade política, quebra do regime democrático e perda de soberania pelo Estado. Esse processo revolucionário já foi propugnado, publicamente, por líderes de movimentos pseudossociais e políticos de ideologia socialista radical, todos investindo constantemente na divisão da socied
ade.”

SUL, o país do pila
Os separatistas dizem que o novo país do sul tem até nome para sua moeda: o PILA.  Báh, se for assim, começamos bem. Pilla era o sobrenome de um político que comprava voto. Reza a lenda que o famoso Raul Pilla entregava o santinho já com uns "pilas" para o eleitor. E acreditem! Pilla foi médico, jornalista, professor e político brasileiro, e um dos maiores defensores da adoção do regime parlamentarista.

Um comentário:

  1. Já passou da hora de uma intervenção militar. O país se perdeu no caos da corrupção e pela lei que temos esses corruptos vão continuar sem serem punidos.

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta