Apoiam este projeto:

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Feriado e manifestações

O feriado da Proclamação da República também foi marcado por manifestações de apoio às forças armadas em todo o país. Em Santiago, vários integrantes da Comissão Brasil Decente, formada por pessoas de vários segmentos de Santiago e região, participaram de um manifesto na tarde desta quarta com uma carreata, que saiu da frente da AABB e percorreu várias ruas, e mateada na pracinha do QG. Conforme os integrantes, a manifestação não tem sigla partidária, e sim pessoas que buscam um Brasil decente e apoiam uma intervenção militar nos três poderes (Legislativo, Executivo e Judiciário).


4 comentários:

  1. Sendo Stgo a terceira maior região militar do RS, a adesão foi pouca, não deu 60 carros. Lugar do EB e onde esta, obedecendo ordens e deu. Usam da liberdade de expressão pra pedir uma ditadura, ô povindifici

    ResponderExcluir
  2. uma pergunta muitos que pedem intervenção são os que defende mudar o plano diretor da cidade para construir prédios de 20 andares, será que este nobre não sabem que os bombeiros da cidade e região não possuem capacidade para tal, e os projetos não passam de caixas destruindo a beleza da cidade.

    ResponderExcluir
  3. quem pede intervenção votou em alguns desses deputados, senadores, governadores, deputados federais e agora querem que o exército faça o que eles não souberam escolher certo, em 2018 tem eleição votem nulo talvez seja a saída.

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta