Apoiam este projeto:

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Haja gasolina para...

...uma Santiago com mais de 30 mil carros

Nossa frota em Santiago passa dos 30 mil veículos. Vejam nestas ruas que escapam do centro (Benjamin com a Silveira Martins), não sobra uma vaga. Então, presume-se que a venda de gasolina seja de fato um baita negócio.

É bom que se diga também que protestos comprando 50 centavos e exigindo nota mostra que a comunidade está viva e atenta, mas pouco resolve. Sabem por quê? A maioria dos postos está na mão de uma minoria que não abre mão do lucro. Isso é crime? Não. A nossa lei permite. Além do mais, eles é quem sabem quanto devem ou precisam ganhar em cada litro.

Mais uma: Destratar frentista de posto também não ajuda em nada, a não ser para mostrar a falta de educação e preparo para tratar o trabalhador.

Um comentário:

  1. Destratar frentista essa foi verdade eu estava na manifestação e vi a hora que uma senhora chingou o frentista do posto Ipiranga,mas esse foi o único caso,o pior e os frentistas de outros postos que ficaram brabos pq estavamos abastecendo somente 50centavos e as bombas estavam dando problemas e abastecendo para mais,e ainda estavam chamavam o povo de ignorante por estar abastecendo só 50centavos,agora me diz pq esses frentistas estavam brabos?deve ser pq aqui em Santiago a máfia é tão grande que os donos dos postos perdem 5centavos na bomba e ja descontam do frentista.

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta