Apoiam este projeto:

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Você acredita que alguém tenha hora certa para morrer?

(J.Lemes) Já ouviram falar que ninguém morre antes da hora? E que se for a hora, morre até numa poça d'água? Crendices à parte, o que não se pode é dar chance ao azar. E a toda hora isso acontece nas praias, rios, trânsito...

Eu que pensei já ter visto tudo, em Alegrete vi um camarada de bicicleta com as duas mãos grudadas no celular. (os olhos também). Isso em plena rodovia movimentada.

Em Santiago vi um skatista a mil no centro da cidade, grudado no skate e no celular.  Também vi uma motoqueira grudadita no seu celular num cruzamento perigoso.
E aí, vão me dizer que podem seguir fazendo isso enquanto não for a hora deles?

Nas calçadas -  Em Santiago os skatistas tomaram conta não só das ruas (sendo expostos ao perigo), mas das calçadas. Moradores e comerciantes do centro dizem que eles não respeitam ninguém, seja criança, grávidas ou idosos que se arriscam a suar nossas calçadas.

O único lugar livre para as caminhadas tranquilas para criança, grávidas ou idosos é a pista de skate perto do QG.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta