Apoiam este projeto:

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

As lojas da Estátua da Liberdade abrirão no Estado

A rede catarinense Havan do empresário Luciano Hang confirmou investimento de quase dois bilhões no Rio Grande do Sul nos próximos anos. Cada unidade deve gerar até 250 empregos, totalizando 10 mil vagas em todo o Estado.

A rede é conhecida pelas réplicas gigantes da Estátua da Liberdade e pretende investir em em 50 megalojas (com até 15 mil metros quadrados) e em quatro Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs).

Barrado por causa da estátua
Ele disse que há dez anos tenta emplacar projetos no sul, mas que sempre esbarra na dificuldade em conseguir licenças. Também disse que o ex-governo petista não queria loja com a estátua da liberdade. No encontro com o governador Sartori, ele comemorou o anúncio de investimentos.

“Nós só vamos para cidades em que podemos trabalhar sábados, domingos e feriados, como são todas as lojas da Havan pelo Brasil”, declarou o empresário.

Ainda não há definição das cidades que vão receber investimento, mas as obras devem iniciar ainda em 2018.

OUÇA A ENTREVISTA DE LUCIANO HANG À RÁDIO GAÚCHA.

2 comentários:

  1. Precisamos de trabalho e gente que queira investir: festas , feriados e muitos direitos e poucos deveres nos atrelam ao passado, Bem vinda Havan

    ResponderExcluir
  2. Bem vinda sejam as Lojas Havan. Os PT que já espantaram uma montadora do estado que vão morar em Cuba.

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta