Apoiam este projeto:

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

As redes deixam você com medo de perder algo?

(por João Lemes) - Eis a boa notícia: quase 100 milhões de brasileiros usam a internet. Outro número parecido está nas redes sociais. A outra notícia: ao mesmo tempo que as redes trazem entretenimento, também podem estragar sua vida com a frustração e o desânimo. A psicóloga paulista Adriana de Araújo fez um estudo sobre o comportamento dos internautas. Ao verem as constantes atualizações dos amigos sociais, alguns têm a sensação de perda. É o mal-estar chamado “Fear of Missing Out” ou “medo de estar perdendo algo”.

Seus amigos vivem 
se divertindo e você não?
Adriana cita um exemplo: você tem mil amigos que tiram férias uma vez ao ano em dias diferentes. Todos resolvem postar suas fotos também em datas alternadas. A sensação é de que seus amigos vivem em férias se divertindo e você não. Se não houver um bom equilíbrio, a pessoa faz uma leitura errada do mundo dos outros e começa uma batalha interior; “Será que minha vida também é interessante assim?” Daí vem a tristeza, vem a baixa estima e tudo resulta até mesmo numa inveja descontrolada pela vida alheia.

Cuidado com as fantasias
No fundo, boa parte do que os outros postam é ilusão. São as fantasias deles que o internauta mistura às suas. Para ver se você está nessa situação, basta analisar o seu tempo de conexão e as coisas reais que perde, os amigos que não abraça. Note: se você muda muito de site, não sabe o que procura. Caso você se encaixe nesse mal-estar, pare e reflita! Saiba que uma vida muito melhor o aguarda nas coisas reais, no concreto e, principalmente, nas pessoas que o cercam. E siga ligado na internet. Aproveite suas vantagens, porém não esqueça que uma conversa real pode ser bem melhor que muitas fantasias das redes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta