Apoiam este projeto:

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Giro político estadual e nacional

Sartori e o RS derrotados (de novo)
A oposição entrou na Justiça, alegou problemas e mais uma vez a votação das medidas para salvar o Estado saíram da pauta da Assembleia.

Obs. Na realidade, a liminar foi só uma artimanha da oposição por não querer essa aprovação, alegando que há outras medidas para o RS.

O governo diz que Estado pode entrar em colapso. Se aderir ao regime negociado com o governo federal, teria folga no pagamento da dívida que compromete parte da receita e sairia atrás de financiamentos.

A reforma da Previdência também empaca
Enquanto isso, o governo federal também não consegue aprovar a reforma na Previdência. Faltam 40 votos. Se não conseguir agora, adeus, reforma para este ano. Temer chegou a dizer que aproveita a sua impopularidade para fazer as reformas necessárias para salvar o futuro do aposentado.

Caminho (quase) aberto para Heinze
Já que Guilherme Pasin (prefeito de Bento) não quer mais concorrer ao governo pelo PP, o deputado Heinze (foto) e o advogado Antônio Weck vão disputar a indicação em pré-convenção no dia 24 de março.

Prós e contras
Esse advogado, o tal de Weck é de Novo Hamburgo e algumas coisinhas pesam contra ele. A principal é o fato de ser novo no partido. Mas há uma questão forte a seu favor: é apadrinhado da senadora Ana Amélia.

PP fora do governo
O PP também decidiu deixar a base do governo do Estado até 15 de março. O partido foi, até agora, um grande aliado de Sartori. O presidente Celso Bernardi diz que os deputados continuarão votando os projetos do governador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta