Apoiam este projeto:

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Serviço de utilidade pública

Os golpistas e os desantenados

(por Denilson Cortes) 
Um novo tipo de golpe está batendo à porta dos santiaguenses. Com a história da RBS anunciar o fim do sinal analógico para Porto Alegre e outras 86 cidades da serra e litoral, pessoas mais humildes da nossa região também pensam que vão ficar sem a sua novela ou telejornal, o que só ocorrerá em 2023 em Santiago e outros municípios vizinhos. E aí é que entram os golpistas. Alguns vendedores de antenas (sky gatos) ou das legalizadas, chegam a essas famílias e anunciam que a troca precisa ser feita agora, que em março o sinal será desligado.

Dois vizinhos meus foram enganados e não devem ser os únicos na cidade. Um pagou 650 reais por uma antena que passa trancando e o vendedor sumiu. O outro trocou a TV por uma mais moderna e nem sabe como pagará a conta. Para que isso não ocorra mais, antes de cair na lábia de algum espertinho, fale com um vizinho ou familiar. Mas uma coisa eu asseguro! Mesmo em 2023, quando o sinal analógico for desligado, sua TV antiga continuará funcionando. Basta comprar um adaptador e uma antena simples. E, para os incluídos nos programas sociais, o kit será de graça.

Um comentário:

  1. Acredito que na região de Santa Maria é no final do ano e não em 2023, como antes anunciado.

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta