Apoiam este projeto:

quinta-feira, 12 de abril de 2018

Heinze ressurge com ares de populista

Há pouco alguém discordava do nome de  Heinze (PP)  para concorrer ao governo gaúcho porque ele teria feito acordo com o deputado armamentista Jair Bolsonaro. Essa pessoa é uma figura importante dentro do partido e se chama Ana Amélia, que por fim, amoleceu o fervido e aceitou Heinze como pré-candidato.
Nesta semana o próprio Heinze apareceu na linha de campanha de Bolsonaro e, como não poderia deixar de ser, faz apelo populista com esta frase: "Escolher entre ter ou não uma arma deve ser um direito seu!" Ele que já se manifestou contra algumas classes com as quais o velho Bolsonaro também não fecha muito, começa a gostar do  jogo. 
Oh, seu candidato! Evidente que é um direito de cada um, desde que seja habilitado, assim como é para tantas outras coisas.

4 comentários:

  1. Prezado João Lemes, agora tu disse tudo: "desde que esteja habilitado". E vou um pouco mais longe e acredito que a libração das armas (que, diga-se de passagem, sou a favor) seja neste sentido, a quem for habilitado e capacitado, psicologicamente, sem antecedentes, e com exame toxicológico negativo para drogas. Hoje, arma é proibida, mas qualquer um tem... Pode ser que a situação melhore.

    ResponderExcluir
  2. Imagina, fazendeiros e sem terras armados, teremos o velho oeste!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eles já são e muito bem armados, apenas voce e eu que não somos, há quem diga o contrário mas não passam de mal informados e politiqueiros

      Excluir
  3. Temos que ter o direito de escolha, entre ter uma arma ou não. Mas que fique bem claro para quem é contra armar a população, um cidadão idôneo não irá comprar uma arma no boteco da esquina, quem compra assim é bandido, o cidadão quer ter o direito de ter porte de arma e passar por todos os requisitos legais para obter o porte. Assombração sabe para quem aparece, hoje os bandidos fazem o que querem, eles sabem que a cada dez pessoas do bem duas tem arma.

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta