Apoiam este projeto:

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Só restam quatro...

ARTIGO DO DIA
(Por Ricardo Noblat -  VEJA ) À parte a candidatura de ficção encarcerada em Curitiba e as outras de fantasia sem chances reais de vencer, restam quatro nomes na disputa pela vaga de Michel de Temer depois da deserção de Joaquim Barbosa. A saber: Jair Bolsonaro, Marina Silva, Ciro Gomes e Geraldo Alckmin.

As candidaturas de fantasia, sem desrespeito aos seus titulares: Rodrigo Maias (DEM), Henrique Meirelles (PMDB), Álvaro Dias (PODEMOS), Flávio Rocha (PRB), Guilherme Boulos (PSOL) e Manuela d’Ávila (PC do B). Esqueci alguma? A de Temer? Não, ele é carta fora do baralho.

Quem ganha com a saída de cena de Joaquim? No momento, só dá para dizer quem perde: o PSB, que tinha um aspirante a candidato forte. O mais está em aberto. Numa eleição tão imprevisível como a de outubro próximo, acerta o analista que errar menos.

Dentro do PSB, quem ganhou e quem perdeu com a renúncia de Joaquim? Ganharam os que defendem um entendimento com a esquerda (o candidato do PT ou Ciro Gomes pelo PDT). Perderam os que defendiam um entendimento com o centro-direita (Alckmin).

A candidatura de Joaquim era um projeto dos deputados federais do PSB empenhados em se reeleger e aumentar a bancada do partido na Câmara. O apoio do PSB a Alckmin é projeto solitário de Márcio França, o vice que assumiu o governo de São Paulo e quer ficar por mais quatro anos.

A força maior do PSB está no Nordeste. E, ali, a veneração a Lula é esmagadora. Ou o PSB voltará ao regaço da esquerda ou não terá candidato a presidente. Assim, o partido ficaria liberado para compor-se nos Estados como lhe parecer melhor.

Quem disser que sabe o que vai acontecer está mal informado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta