Apoiam este projeto:

sexta-feira, 1 de junho de 2018

Aos poucos, tudo vai voltando ao "normal!"

Muitos estavam à espera da normalidade, outros à espera de mais paralisações. A vida é assim, cada um com seu direito, suas vontades, seus quereres. Nós vamos informando, atentos aos rumos das coisas. Em Santiago, muitos carros na rua após o feriado.
Na BR 287, hoje já houve acidente perto de São Pedro (detalhes, mais tarde). É o trânsito fluindo "normalmente". (foto: site  do acidente do São Pedro Agora)

Também informamos que a gasolina em Santiago passa dos 5 reais. No Shell, a comum está R$ 5,05; aditivada 5,17.  

Na quinta (feriado) não houve bloqueios, apenas concentrações isoladas de manifestantes que tentavam dar continuidade à paralisação.


O Exército manteve tropas em algumas rodovias federais mais por precaução do que por necessidade.  “Nossas rotinas ainda vão demorar um pouco para se normalizar, pois toda a cadeia produtiva foi afetada, diz o chefe da Casa Militar, coronel Alexandre Martins.

Abastecimento quase ok
Ailton Machado, diretor da Ceasa, calcula que de 80% a 90% da normalidade tenha sido atingida, com escassez apenas de produtos trazidos de outros Estados, como mamão,  abacaxi e laranja de suco. 

O tomate também estava em falta, mas não abalou o otimismo do presidente das Centrais, Ernesto Teixeira: “A Ceasa está cheia de comprador, produtor, atacadista. Se continuar assim, até segunda-feira vamos colocar o abastecimento em dia em todo o Rio Grande”, disse ele.

A Associação Gaúcha de Supermercados (Agas) estima que a normalidade nos estoques de produtos como hortifrutis, laticínios e carnes deve ocorrer entre quatro e seis dias a contar de hoje. A disponibilidade de itens não perecíveis não chegou a ser afetada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta