Apoiam este projeto:

terça-feira, 17 de julho de 2018

As creches e os maus-tratos

Em tempos de boataria, só a imprensa para falar com responsabilidade. Sabem por quê? Porque o jornalista tem endereço, tem CPF e pode ser condenado por algum erro, diferentemente de muitos que dizem asneiras em rede social. Este senhor da foto foi acusado de bater numa criança numa creche em Pernambuco. Tudo mentira, mas anda sendo compartilhado com os espantos e xingamentos de todo tipo.

Aqui em Santiago uma servidora de uma EMEI foi afastada sob suspeita de ter maltratado uma criança. O afastamento é justamente para apurar a verdade. Aí, toda a cidade quer que coloque o nome, a foto e tudo mais. Só que, se essa senhora provar que nada houve, que será de sua reputação? E que será do jornalista que cometer tamanha irresponsabilidade? Então, tenham calma! Assim que soubermos de algo concreto, todos saberão.

Relembre o caso
A secretaria municipal de Educação afastou uma professora da Emei Mãe Ida (ao lado do Centro Social Urbano). Ela foi denunciada pelos pais de uma menina por maus-tratos à criança. Algumas testemunhas teriam presenciado o fato. Diante disso, a professora ficará 60 dias afastada preventivamente de seus afazeres na escola e será aberta uma sindicância. O caso foi registrado na Polícia Civil.

Creche para idosos?
Bem dizemos: onde houver falta de algo, o mercado se encarrega. Pode ser até de afeto. Agora, em Porto Alegre, surge uma “creche para idosos”, um local com 300 metros quadrados onde as famílias podem deixar os idosos durante o dia.  É o Jardim da Vida, bairro Boa Vista. Além dos cuidados normais, há atividades que vão desde fotografia até “pet terapia”. Diária integral (das 7h30 às 18h30): R$ 170; meio turno - com almoço (das 7h30 às 13h ou das 12h às 18h30): R$ 120. Sábados (das 8h às 12h): R$ 110.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta