Apoiam este projeto:

terça-feira, 21 de agosto de 2018

Clichês, vícios e comodismos na linguagem

ARTIGO DO DIA (J.Lemes) 
Assim ó - De tempos em tempos a linguagem muda. Algumas expressões ficam esquecidas, outras mais batidas... Só que, às vezes, usamos as mesmas expressões por vício, comodismo e falta de criatividade. Nota-se isso em algumas propagandas de rádio e TV. Façam o teste e vejam quantas vezes essas frases se repetem:

“Orçamento que cabe no seu bolso.” “Isso mesmo!” “Atendimento diferenciado.” “Está em novo endereço para melhor atender.” “Tudo isso e muito mais!” e há o pior clichê dito por quase a totalidade: “nossa loja é um novo conceito em...”

Ééééé - No dia a dia, difícil ouvir uma pessoa que não repita em demasia o “assim ó”. Quem não diz “assim ó”, diz outra pior: “é que, na verdade, é assim ó”, fora os “ééééés...” no meio de cada frase.

Dica: a propaganda precisa ser pensada e não copiada umas das outras. Cada produto ou loja precisa ter “vida” própria, ter a sua imagem, seu estilo e a propaganda é uma das maneiras de mostrar isso.
A menos que sua empresa seja apenas mais uma...

Um comentário:

  1. Sobre as propagandas, NÃO É falta de Criatividade, é preguiça de pensar em algo novo.

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta