Apoiam este projeto:

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

A histeria e a fraude nas urnas

(Por Luciano André Losekann, 
desembargador eleitoral do TRE-RS)
Corre nas redes sociais a boataria. Como já disse, na era da pós-verdade prefere-se acreditar no disse que disse do que na realidade. Um desses boatos infundados é de que eleitores foram digitar o número de determinado candidato e/ou a foto não apareceu na urna, ou o eleitor não teclou a tecla confirma e já encerrou a votação!

Pode ter ocorrido isso? Em se tratando de último voto a ser considerado, o sistema já o computa e caminha-se para a finalização do processo de votação, desde que apertada a tecla confirma. O voto está lá e foi computado! Não há motivo para ir atrás de boataria e gente que sem qualquer conhecimento trata de espalhar inverdades.

A possibilidade de fraude na urna eletrônica é zero, ainda mais se isso for comparado com o sistema de voto em papel. Como juiz eleitoral, presidi uma eleição ainda em papel (a de 1996) e aí era um tormento ter de “interpretar a vontade do eleitor”, que colocava o “x” entre os quadrados dos nomes dos candidatos, de forma que a junta eleitoral acabava anulando o voto, pois não havia como determinar se ele era para A ou B. Então, convido todos a raciocinarem, a não espalharem boatos infundados, vídeos e notícias falsas.

A Justiça Eleitoral brasileira é séria e competente, já deu inúmeras mostras disso! Ainda está em dúvida? Venha assistir, como insistentemente se convida, à cerimônia pública de lacração das urnas (que não possuem ligação com a internet, impossibilitando a ação de hackers) ou venha conversar conosco sobre a transmissão dos dados, que é feita por meio de linha dedicada (fechada e própria), sem conexão com a internet!

Portanto, caro eleitor, mais razão e menos emoção! A dar-se crédito a tudo o que surge nas redes sociais, o mundo que conhecemos já teria sido extinto várias vezes! A Justiça Eleitoral trabalha em prol da população para assegurar o sigilo, a segurança e a celeridade do processo eleitoral. Por isso, importante submeter as inúmeras mensagens que recebemos diariamente a um mínimo de filtros e checagens.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta