Apoiam este projeto:

terça-feira, 9 de outubro de 2018

O vereador Picoli e as fraldas para cavalos

Jaguari  - O vereador Wolmar Picoli (PDT) desejou “câncer de língua” aos críticos da proposta que defendeu na tribuna, pela qual cavalos teriam que utilizar fraldas ao circular pelas ruas da cidade. O projeto de iniciativa popular seria apresentada por um cidadão, conforme relato feito por Picoli ainda durante a Semana Farroupilha. “As pessoas lavam os carros para o 20 de setembro, e no dia do desfile é uma ‘cagaiada’ só na cidade, e ‘suja’ os carros, e a cidade fica numa imundícia”, declarou o vereador.

Na internet, foram dezenas de comentários negativos. Picoli reagiu: “Vou desejar só uma coisinha (a quem o criticou): um câncer, que comece na ponta e vai até o tronco da língua”, disse na tribuna, ao negar que seja o autor do projeto.

O presidente Igor Tambara (MDB) disse que a proposta sequer foi protocolada. “Infelizmente, até virou motivo de gozação. Os vereadores repudiam esse tipo de declaração”, afirma Tambara.
(Fonte: G1)

4 comentários:

  1. Dá chá de romã ou de pitangueira para os cavalos, tranca os intestinos! Assim, na hora de passear pela cidade, momentos antes dá chá pra eles!!! (mas vai ter o problema da mijadeira!)

    ResponderExcluir
  2. pode ser que a cultura gaucha critique, mas existe fralda para cavalos seus cavalos.

    ResponderExcluir
  3. Politico gosta de fazer merda...kkk

    ResponderExcluir
  4. Chá é menos agressivo, as fraldas poluem, e, convenhamos, de pessoa é chato higienizar, imagina os quilos do cavalo.......

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta