Apoiam este projeto:

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Padre pedófilo dirigia colégio para crianças em situação de risco

Porto Alegre - O padre Evair Heerdt Michels, da congregação Josefinos de Murialdo armazenava e transmitia imagens de sexo ou pornografia envolvendo criança ou adolescente. A Justiça aceitou denúncia do Ministério Público. Ele foi afastado das funções na congregação desde o ano passado. O processo tramita na 6ª Vara Criminal de Porto Alegre.

A Polícia encontrou milhares de arquivos de pornografia infantil em computador dele na casa paroquial em que morava em 2017. Michels era diretor do Colégio Murialdo, de Porto Alegre, e presidente da Associação Protetora da Infância, à qual pertence a escola. A congregação, que tem sede em Caxias, faz trabalho dedicado a crianças e adolescentes em situação de risco.
(A reportagem é de BRUNO MEZZOMO)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta