Apoiam este projeto:

terça-feira, 21 de maio de 2019

Os cubanos estariam virando farmacêuticos?

(J.Lemes) Sabem para onde foram os médicos cubanos do Mais Médico? Alguns foram embora, outros se casaram e permanecem entre nós, e há os que mudaram de ramo. E ainda tem uns que viraram balconistas de farmácias.

Isso é bom. O objetivo é dar emprego aos cubanos.

Mas há quem diga que eles foram para tais empresas para aumentar as vendas em muito mais e, como são médicos, saberiam receitar o remédio certo. Em tese, não se precisaria consultar outro profissional. 

Eles estão sendo contratados como balconistas, mas estariam atuando como farmacêuticos. 

A lei não impede a pessoa de trabalharam, desde que sua permanência no país esteja correta, mas se por ventura o proprietário disser ao público que há um médico no local, pode caracterizar falsidade ideológica, já que a Lei 5.991/73 diz que não pode haver consulta médica na farmácia”.

Indústria do atestado 
Na região há outro problema ligado à saúde: muitos médicos, estes, brasileiros, estão dando atestado para qualquer unha encravada. Há uma indústria deste tipo e que só caleja empresários.  Ninguém duvida que a pessoas ficam doentes, mas é estranho que a segunda-feira seja fatídica para as doenças atacarem.

3 comentários:

  1. Eu também sou balconista de farmácia, voltei a 5 anos para Santiago, sou nascido em Santiago e o mercado de trabalho não me da uma oportunidade,só porque morei fora e voltei a Santiago as portas do mercado de trabalho fecharam só porque eu não tenho experiencia em Santiago, mesmo atendendo a todos os requisitos de diversas vagas e mesmo assim nunca o comércio de Santiago me deu uma oportunidade, o que acontece nesta cidade é desumano, eu só quero um trabalho e a cidade impede que possamos ter oportunidade.
    E ouvindo respostas absurdas como você só tem experiência em tal cidade e não tem em Santiago, o Brasil é um país só ou seja Getúlio Vargas deve estar com vergonha, pois, quando ele criou a CLT não sabia que seu próprio estado iria ter preconceito com as pessoas só porque saíram de sua cidade e depois retornam.

    ResponderExcluir
  2. A prescrição de medicamentos e restrita aos médicos, mesmo os farmacêuticos não podem nem mesmo indicar ou sugerir um medicamento

    ResponderExcluir
  3. Com certeza só os médicos podem prescrever as medicações, mas sabemos que muitas farmácias fazem empurro terapia, pois, sabemos que a industria farmacêutica oferece benefícios aos profissionais de farmácia que indicam medicamentos de tais laboratórios.

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta