Apoiam este projeto:

terça-feira, 9 de julho de 2019

Policial envolvido na morte de jovem diz que agiu em legítima defesa

Local do fato, na 7 de Setembro. Foto: Juliano Nascimento.
Santiago - O policial militar esfaqueado em briga que resultou na morte de Jean Viana (29 anos), prestou depoimento hoje, 09.

Ele também contou que não houve desentendimento no show no Athenas e que nem viu os envolvidos dentro do clube. O atrito se deu apenas na avenida Alceu Carvalho.

O caso - O fato aconteceu no domingo de madrugada e resultou na morte de Jean Francisco Viana dos Santos, 29 anos, e um policial militar (27) ferido com dois golpes de faca. (Nome não divulgado)

A briga e os tiros
Houve abordagem e discussão na avenida Sete de Setembro, perto da escola Thomás Fortes, onde Jean desferiu dois golpes de faca no policial, que revidou a tiros. Um tiro acertou o peito de Jean Viana, que chegou ao hospital já morto. O policial procurou socorro e escapou com vida.

Como tudo aconteceu, pela versão do policial
Durante o trajeto pela avenida, o Corolla em que estava Jean Viana (foto) estaria em ziguezague, sem deixar o carro do policial passar. Então, em dado momento, ele abordou o veículo, se identificou como policial, e disse ao motorista que ele não poderia dirigir por estar embriagado. Este não aceitou, e iniciou-se a discussão e a briga.

Legítima defesa
O policial ainda narrou que só sacou sua arma quando já estava ferido a faca. A primeira facada acertou sua barriga, na região bem onde fica o cabo do revólver. Aí ele deu um tiro, levou outra facada e deu outro tiro (um deles acertou Jean Viana no peito).

Obs. A polícia ainda aguarda o depoimento do referido motorista do Corolla. Quanto ao adolescente que estava no veículo e que alcançou a faca para Jean Viana, a Promotoria pediu sua internação na Case, o que foi decretada pelo Judiciário.

Abaixo, o vídeo divulgado pela polícia do momento da briga.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta