Apoiam este projeto:

terça-feira, 16 de julho de 2019

Procon quer explicação de 20 postos sobre o preço da gasolina

Porto Alegre - Fiscais solicitaram as notas fiscais de compra para avaliar se há razão para o reajuste que chegou a 0,50 em alguns postos. Os estabelecimentos terão 10 dias para entregar os documentos.

“Os indícios são de que o aumento foi coordenado. Se apenas um posto aumentasse e os outros mantivessem os preços mais baixos, seria um movimento de mercado normal. Mas quase todos subiram ao mesmo tempo para valores muito semelhantes”, afirma a diretora do Procon de Porto Alegre, Fernanda Borges.

O valor médio na Capital saltou de 4,44 para 4,614 na semanas passada, diferença de 17 centavos. 

Um comentário:

  1. Viu só!
    Ainda tem lugares em que o Procon funciona, e não apenas serve como cabides de emprego.

    ResponderExcluir

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta