Apoiam este projeto:

quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Áudio contradiz o porteiro do caso Marielle

Ele pode ser processado por falso testemunho

O Ministério Público do Rio informou que o depoimento do porteiro do condomínio do presidente Bolsonaro sobre a liberação da entrada do ex-PM Élcio Queiroz não é compatível com a gravação da chamada feita pelo interfone da portaria. O áudio mostra que quem autorizou a entrada de Élcio foi o sargento aposentado da Polícia militar, Ronnie Lessa.

O sensato Mourão
“Perturba o serviço, mas não é suficiente para derrubar o governo”
O vice-presidente no cargo de presidente considerou o depoimento do porteiro do condomínio de Bolsonaro muito fraco, porque o presidente estava em Brasília quando o porteiro teria dito que falou com o senhor Jair pelo interfone. Para Mourão, não era o caso de ter feito um escândalo todo em cima desse caso.

Um comentário:

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta