Apoiam este projeto:

quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Comandante da Brigada Militar não 'guentou' o abraço e pediu pra sair

Depois de 34 anos de Brigada e pouco antes de completar o tempo para permanência, o comandante-geral, coronel Mario Ikeda (53 anos) encaminhou o pedido para a reserva.
Ele negou que o motivo seja a insatisfação com as reformas de Eduardo Leite. Mas a conversa na Brigada é uma só, afinal, o governo federal vai mexer com as carreiras. É que na reforma da Previdência há previsão de perda da função gratificada ao se aposentar. Com isso, dois mil oficiais da Brigada Gaúcha (com tempo de serviço) devem pedir a aposentadoria nos próximos dias, antes da lei vigorar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Nova Pauta é um blog noticioso e crítico, portanto sua opinião é sempre bem-vinda. No entanto, seu comentário não será aceito se ele contiver conteúdo de de cunho racista, discriminatório, acusativo ou ofensivo de qualquer natureza contra pessoas e instituições;

E, de preferência, identifique-se. Mantenha o nível, mostre sua inteligência e contribua para um bom debate. Assim, sua crítica será bem recebida pelos leitores se você usar o poder do argumento.

É proibida a reprodução de parte ou do todo desta publicação sem a permissão dos seus autores.

Por fim: TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO LIDOS antes de serem publicados. E isso pode demorar. Portanto, aguarde.

Editores

João Lemes
Éder Alves
Nova Pauta